Lifestyle e Bem Estar by Pestana CR7

2

Category : Informação

pestana-cr7-funchal-banner-(1)-636041922630647252
A marca Pestana CR7 Lifestyle Hotels abriu ao público no dia 1 de Julho no porto do Funchal a sua primeira unidade num conceito inovador e bastante apelativo; este mês de Agosto abre na Baixa de Lisboa, seguindo-se no ano que vem as aberturas na Gran Via em Madrid e em Nova Iorque (perto de Times Square) num total de cerca de 500 quartos em quatro destinos icónicos e de grande procura turística.
Com o lançamento da marca Pestana CR7 o portefólio do Pestana Hotel Group passa a contar com 4 marcas distintas: Pestana Hotels&Resorts, Pestana Collection Hotels, Pestana Pousadas de Portugal e Pestana CR7 Lifestyle Hotels.

Com um novo conceito de hotel virado para o lifestyle e o bem estar este hotel conta com um programa de treino personalizado idealizado pelo próprio Cristiano Ronaldo, a melhor inspiração para se poder estar em forma; dificilmente conseguirá um six-pack após a primeira sessão mas a ideia é pelo menos desenvolver todos os dias a vontade indomável de treinar, ser persistente fazer mais e melhor até começar a ver os resultados que procura. Os quartos têm yoga mats para que possa complementar o treino funcional.

A nivel de cuidados nutricionais os pequenos-almoços oferecem várias superfoods para dar ainda mais energia ao seu dia e os smoothies matinais dão-lhe o shot essencial de vitaminas e nutrientes para sair das férias com espírito vencedor: seja o melhor na espreguiçadeira, o melhor na sauna, o melhor no ginásio ao ar livre, o melhor nas festas e o melhor no rooftop porque afinal, o espírito competitivo também se estende às férias, provavelmente as melhores de sempre.

Pode aproveitar ainda para ver três bolas de ouro, quatro botas de ouro, as 50 medalhas e mais de 200 troféus de todas as competições; não, não dá para os levar para casa, mas pode sempre tirar uma fotografia com o Cristiano Ronaldo ou, pelo menos, com uma das suas figuras em cera: o Museu CR7 está aberto para si de forma grátis.

Se ficar exausto depois de ser confrontado com o imenso sucesso desportivo do CR7, volte para o hotel e peça um dos serviços Magic Spa on demand, uma maravilha com todos os produtos e tratamentos da gama Magic Spa, especialista em beleza, recuperação e relaxamento que vão ter consigo ao quarto… Viva uma experiência luxuosa e sofisticada, de preferência com uma flute de champanhe por perto, enquanto o sol se põe no seu picture perfect day.

O Pestana CR7 Funchal é o novo hotspot da cidade, um espaço único, vibrante e contemporâneo, que convida à mistura entre hóspedes e locais com vontade de beber um copo ao final da tarde. Deixe a noite correr ao ritmo do dub-step, do deep house e das correntes musicais que se ouvem nos melhores rooftops do mundo, ao sabor dos cocktails que os mixologists  criam como verdadeiras obras de arte.

Até os hambúrguers ou as pizzas em vez de fast são mais tipo fancy: a fancy smart food mistura as mais recentes tendências foodie com produtos regionais para uma experiência de sabor única. Todas as sandwiches que saborear serão em bolo do caco e todas as pizzas serão criadas por un vero pizzaiolo napoletano. As saladas healthy e os pequenos-almoços conscientes transformam as opções mais saudáveis em autêntica superfood.

O ambiente muda no Off-Side, o rooftop bar tem a melhor vista do Funchal; a infinity pool sobre a baía e o porto de cruzeiros cria um spot unico num novo estilo de férias. Para quem gosta de animação, as festas e DJ sets animam os sunsets e convidam a ficar até tarde, a saborear um champanhe ou um cocktail.

imagesO bem estar passa mesmo por aqui

Teresa de Saldanha, o lema e a prática: fazer o Bem, sempre.

Category : Notícias

I14Passaram, no dia 8 deste mês de Janeiro, 100 anos que Madre Teresa de Saldanha partiu da vida terrena onde deixou uma obra, já na época, de grande alcance.  Tivemos o privilégio de acompanhar este fim de semana a extraordinária comemoração em sua homenagem organizada pelas irmãs Dominicanas em Fátima, com uma missa celebrada pelo Senhor Cardeal D. Manuel Clemente na Basílica da Santíssima Trindade, um almoço na Casa das Irmâs Dominicanas e um evento no Centro Pastoral Paulo VI onde, além de vários membros da família Saldanha descendentes do seu irmão e sobrinhos, estiveram alunos da escola de S. José de Benfica e respectivas famílias, assim como representantes de diversas casas da congregação de varios pontos do país, participando igualmente através de gravações em filme, todos os centros espalhados pelo mundo desde Albânia, Angola, Moçambique, Timor, Estados Unidos, Brasil, Paraguai: deveras impressionante! À data da sua morte corria já a fama de santidade de Madre Teresa e até então fundara  27 casas sendo 17 em Portugal, 6 no Brasil, 1 na Bélgica, 2 nos E.U.A. e 1 em Espanha. O seu lema e pratica que tem inspirado tantos, chega ao coração de muitos pelo mundo: fazer o bem, sempre

Actualmente decorre o Processo de Canonização de Madre Teresa de Saldanha: aberto em Portugal a 6 de Novembro de 1999 encerrou a 17 de Novembro de 2001 e foi posteriormente entregue em Roma a 14 de Fevereiro de 2002.

A sua vida foi marcante pela obra que deixou e hoje, passado tanto tempo já, os frutos da sua fé, entrega e perseverança continuam a chegar a tantas pessoas. Numa época em que não era nada comum uma senhora tomar as rédeas de qualquer iniciativa que fosse e nem sequer seria bem vista ao fazê-lo, num tempo em que a própria igreja estava enfraquecida, Teresa de Saldanha foi a primeira mulher fundadora de uma congregação religiosa em Portugal após o regime liberal ter decretado a extinção das ordens religiosas em 1834.

De personalidade forte, determinada, organizada, uma notável capacidade de liderança e de trabalho, culta e piedosa, imprimiu os seus valores em todas as acções que realizou ao longo da vida, movida pela sua grande paixão a Deus e dedicação aos mais desprotegidos tendo-se tornado numa grande figura feminina que se adiantou ao seu tempo.

Proveniente de uma família nobre, Teresa nasceu no dia 4 de Setembro de 1837 no Palácio da Anunciada, na Rua das Portas de Santo Antão em Lisboa. Filha de João Maria do Sacramento de Saldanha Oliveira Juzarte Figueira e Sousa e de Isabel Maria de Sousa Botelho, terceiros condes de Rio Maior, foi baptizada no dia seguinte ao seu nascimento na Capela do Palácio da Anunciada e, em 1848, fez a Primeira Comunhão no altar de Nossa Senhora da Conceição, na Igreja dos Inglesinhos, em Lisboa.

De estado de saúde débil e preocupante Teresa foi acompanhada desde cedo com a permanente presença e dedicação da mãe que teve um papel preponderante na sua orientação ensinando-lhe letras (português, história, francês, inglês e alemão), os princípios da música e da arte colaborando com professores particulares escolhidos por si e  iniciando-a na prática da misericórdia através da Associação de Nossa Srª Consoladora dos Aflitos que fundou em 1849 dedicada ao socorro das famílias que viviam na pobreza.

Em 1855, com dezoito anos, ao pintar o Ecce Homo, Teresa sentiu o primeiro apelo místico e fez voto de castidade e um ano mais tarde redigiu um escrito onde declarou claramente a sua opção de exclusividade a Deus e ao serviço dos pobres.

Dirigiu o Colégio de Stª Marta para Meninas Pobres, apoiado pelas Filhas da Caridade de S. Vicente de Paulo uma comunidade de freiras francesas que se encontravam em Portugal exercendo a sua missão de atender aos pobres e desprotegidos. Em 1859 fundou em Lisboa com algumas amigas e dirigiu durante toda a sua vida a Associação Protectora das Meninas Pobres com Estatutos aprovados pela Santa Sé, a 21 de Abril de 1863, que veio a estar na origem da fundação, daquela que teve depois grande alcance pelo mundo, a Congregação Portuguesa das irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena em 1868.

Dedicou-se assim à educação de crianças pobres, à alfabetização e promoção de raparigas operárias através de aulas externas trabalhando  em grande medida com as irmãs da caridade francesas que, subitamente em 1862, foram expulsas de Portugal, deixando Teresa inconformada com a situação que abria uma grande lacuna assistencial. Teresa já tinha manifestado à sua mãe o desejo de ser religiosa e à sua cunhada, a Marquesa de Rio Maior, a intenção de ingressar nas Irmãs da Ordem Terceira de S. Domingos, em Stone/Inglaterra onde já tinha sido aceite contudo, o pai opusera-se completamente à sua saída para o estrangeiro; ao mesmo tempo ela própria via a necessidade do seu país e o chamamento de Deus em fundar uma congregação que se dedicasse ao serviço dos mais pobres e desfavorecidos da sociedade.

“Cheia de desejos de me consagrar ao serviço de Deus, vendo grandes dificuldades em obter dos meus pais licença para deixar para sempre Portugal; vendo também a necessidade de estabelecer em Portugal uma ordem religiosa ativa, que se ocupasse de pôr em prática todas as obras de misericórdia, comecei a pensar profundamente no ano de 1864, tinha eu 27 anos de idade, como seria possível pôr em prática os meus ardentes desejos, seguindo em tudo e por tudo a Vontade de Deus… Mas Deus que me inspirava estes desejos e que sabia bem o meio de os pôr em prática, olhava sem dúvida para mim com ternura, do alto da Sua grandeza, servindo-se das minhas dúvidas e vendo ser fácil o que a mim me parecia impossível! 

(Notas particulares da M. Teresa de Saldanha)

68040_372960279448757_627999955_nSó em 1887 conseguiu realizar o seu sonho quando tomou o Hábito e iniciou o Noviciado a 18 de Abril com o nome de Irmã Teresa Catarina Rosa Maria do Santíssimo Sacramento. Fez a Profissão Religiosa a 2 de Outubro e foi nomeada a primeira Superiora Geral da congregação a 9 de Novembro, com licença especial de Breve de 21 de Dezembro de 1887 emitida pelo Papa Leão XIII. Estes acontecimentos culminaram com a tomada de posse do cargo de Superiora Geral no dia 15 de Janeiro de 1888 e, mais tarde, em 2 de Outubro de 1892, com a Profissão Perpétua.

Teresa de Saldanha distinguiu-se também na pintura onde aprendeu com os mestres Mr. Leberthais (carvão) e Tomás José da Anunciação (aguarela e óleo), revelando grande talento para pintar paisagens, retrato ou motivos profanos e uma preferência pela iconografia religiosa. Deixou obras de grande qualidade pictórica que foram estudadas por alguns especialistas, como António Quadros numa conferência proferida em 1988, nos 150 anos do seu nascimento, na Fundação Calouste Gulbenkian, intitulada Romantismo e Misticismo na Pintura de Teresa de Saldanha. Destacam-se nas suas obras: dois auto-retrato e vários retratos de família (primeiros carvões, 1851), Ecce Homo (1855-1856), carvões, aguarelas e óleos (1856), Painel do Sagrado Coração de Jesus e S. João Baptista (Goa, 1865), Santa Brígida (Convento das Inglesinhas, 1865), Nossa Senhora e o Menino Jesus (Hospital de S. Luís das Irmãs da Caridade Francesas, 1865), Painel em honra da Beata Maria dos Anjos (1865), as últimas produções pictóricas (1869), a Mater Dolorosa e Santa Rosa de Viterbo.

Deixou também um grande espólio literário de escritos pessoais e de circunstância, nomeadamente notas autobiográficas e das suas memórias, orações, cartas, relatórios e contas. Morreu com fama de santidade numa pequena casa alugada na Rua Gomes Freire, n.º 147, em Lisboa, no dia 8 de Janeiro de 1916 com setenta e oito anos, completamente despojada dos seus bens que lhe tinham sido retirados com a implantação da República. As exéquias foram realizadas na Igreja do Corpo Santo, em Lisboa e o seu corpo foi sepultado no jazigo da congregação no Cemitério de Benfica, na mesma cidade, onde hoje repousa.

A sua memória, que continua viva nos corações tocados pela sua bondade e perseverança, serviu ao longo dos anos de inspiração à realização de diversas comemorações relacionadas com a sua vida e obra e com a congregação que fundou, através da publicação de livros, biografias e artigos, fotografias, conferências, exposições, peregrinações, programas de rádio e televisão, dramatizações.

Fazer o bem, sempre. O bem estar passa por aqui

 

 

 

 

 

 

 

Bem estar e bem ser português: celebremos e repliquemos a portugalidade hoje e sempre.

1

Category : Portugal

Luís_de_Camões_por_François_Gérard

Esta semana comemoramos Portugal com duas figuras marcantes da nossa história em vertentes diferentes, é certo, mas basilares daquilo que somos já vai para mais de 900 anos: Luis de Camões a 10 de Junho, Santo António a 13 de Junho.

Hoje 10 de Junho, dia de Portugal, de Camões e das comunidades portuguesas comemoramos a figura que melhor simboliza o génio português não só nas letras com todo o seu esplendor na obra classica Os Lusíadas, mas na diáspora tão presente no perfil pátrio. Como bem dizia o Padre António Vieira Nascer pequeno e morrer grande, é chegar a ser homem. Por isso nos deu Deus tão pouca terra para o nascimento, e tantas para a sepultura. Para nascer, pouca terra; para morrer toda a terra. Para nascer, Portugal: para morrer, o mundo (Padre António Vieira, Sermão de Santo António, Sermões, VII, p.64.). Que maior verdade continua a ser hoje e sempre!

Na próxima sexta feira 13 de Junho Santo António, orador eximio, pregador, evangelizador, uma vida curta e tão cheia de dádiva, de amor, de entrega levando a verdade de Cristo a tantos com quem cruzou.

SantoAntonioCINQvNão se trata simplesmente de festejar figuras e feitos do passado, relembrar exemplos e glórias que se perderam no tempo bla bla bla. Não. É muito mais do que isso. É o quanto nos inspiram com orgulho a continuar, a fazer bem feito, a ser exemplo, a exaltar e sobretudo replicar, sem perder tempo na maledicencia, nem naquilo que se faz mal feito.

Os bons exemplos seja no que for, serão sempre os que nos inspiram. Os bons exemplos portugueses mais ainda.

O bem estar passa mesmo por aqui.

Assim se faz Portugal honrando valores e tradição: é muita fruta pelo nosso bem estar!

Category : Nós aconselhamos

ng1108303_435x190

Numa nova era da expansão económica e em contraciclo duma crise que alguns insistem como crónica, Portugal dá cartas aqui e no mundo, fazendo melhor, com orgulho, estruturado em valores e na tradição; é respeitar, honrar e continuar o tanto de glorioso que muitos portugueses excepcionais, conhecidos ou desconhecidos não importa, têm feito ao longo de 900 anos de História… Serão sempre os bons exemplos que nos inspiram a fazer mais e melhor.

Na Herdade Vale da Rosa  faz-se Portugal nestes moldes, acredita-se  nas capacidades e acredita-se que é possivel contribuir para o sucesso do país construindo uma imagem de país produtivo, eficiente e capaz de desenvolver negócios de dimensão e qualidade internacionais. Os primeiros passos foram dados noutra geração, ainda no século XIX, que acabou por consolidar nos dias de hoje a marca de uvas de mesa Herdade Vale da Rosa continuando o seu caminho pelas gerações seguintes. Assim seja!

10151263_805333899490458_3621463690102631895_nSabe que na Herdade Vale da Rosa há 230 quadras de uva e que cada quadra representa cerca de 1 hectare mais ou menos o equivalente por exemplo a um campo de futebol!? É muita fruta mesmo!

A sua produção abrange cerca de 12 variedades de uva com grainha e sem grainha, todas únicas com nome e identidade e são tratadas de uma forma verdadeiramente especial. Fruta muito apreciada, as uvas são um alimento importante numa dieta saudável; 100% naturais, contêm uma grande concentração de vitaminas – vitamina C que ajuda o corpo a proteger-se das doenças – vitaminas do Complexo B, necessárias ao bom funcionamento de todas as células – Carotenos (ou pró-Vitamina A), que são transformados pelo corpo em Vitamina A, indispensáveis à divisão celular, à pele e visão saudáveis.

1545617_805795799444268_5749341449358862983_nA deliciosa uva sem grainha tem hoje em dia muita procura, é 100% natural e existe desde os tempos mais remotos do império turco; como são pequenas devido ao não desenvolvimento do embrião este tipo de uvas eram utilizadas como passas uma das formas de conservação da fruta, através de um processo de desidratação que resulta da exposição prolongada ao sol.

O bem estar também passa por aqui.

Seja exigente: fazer mais e melhor por si reflete-se positivamente naqueles que o rodeiam

Category : Portugueses Excepcionais

excelencia1

 

 

 

 

 

 

Fazer mais e melhor é uma questão de princípio: o nível de exigência a que cada um se propõe, seja no que for, desde as coisas mais triviais e simples do dia-a-dia até ao mais complexo, a nível pessoal ou a nível profissional, é determinante no resultado que se obtém. É sempre melhor que o grau de exigência seja alto não só porque o efeito será correspondente, como o que exige de si poderá sempre e mais à vontade, exigir de outros.

Num mundo complexo e de grande competição o nível de exigência é, na verdade, cada vez maior… São muitos os jovens que sentem bem de perto que para atingirem objetivos têm de primar pela excelência partindo de níveis de exigência muito altos e se por um lado pode parecer que é uma brutalidade, por outro os resultados serão necessariamente melhores…

Francisco Goiana da Silva é um jovem médico português natural de Santo Tirso que se formou em Lisboa com distinção e trabalha já num hospital da capital. Além de exercer medicina é um artista de grande qualidade que exprime enorme emoção e beleza através de esculturas em pedra. O Francisco pertence à Global Shapers Community um grupo que junta jovens de todo o mundo com grande potencial, que primam pela excelência e cujo objetivo é dar o seu melhor contributo na sua comunidade. Em vários países os shapers hubs são constituídos por grupos de jovens que querem fazer a diferença para melhor no seu próprio país com o seu contributo.

Aos shapers hubs está aberta a possibilidade de participarem no World Economic Forum uma instituição internacional que realiza eventos anuais envolvendo governos e empresas, públicas e privadas, num espírito de cidadania global. Este ano de 2014 para o evento de Janeiro em Davos candidataram-se para estarem presentes cerca de 500 shapers e foram selecionados 50, um dos quais o médico português de 24 anos Francisco Goiana da Silva que participou ativamente numa intervenção sobre os benefícios do SNS português, de qualidade francamente superior ao de muitos países desenvolvidos como por exemplo, espante-se, os EUA!

Faça pela diferença, o bem-estar também passa por aqui.

 

A longevidade e o bem estar: mantenha-se activo pela sua saúde!

Category : Portugueses Excepcionais

550

Assinalamos hoje, muito a propósito de bem estar, o aniversário de um português especial que apesar da idade, tem-se mantido activo, tanto quanto possível: Manoel de Oliveira está mais uma vez de parabéns ao celebrar os seus 105 anos! No Museu Nacional da Imprensa no Porto, uma exposição presta homenagem à vida e obra do cineasta português cuja filmografia reúne mais de meia centena de curtas, médias e longas metragens.

Um dos segredos para a longevidade é fazermos aquilo que gostamos e termos o que os japoneses chamam de ikigai, ou seja, um propósito forte que nos faz em cada dia recomeçar com vontade e energia, dando sempre um sentido que oriente a nossa vida.

Cada vez mais o comum dos mortais atinge idade avançada pelo que é importante, se todos temos essa espectativa, que saibamos como avançar na idade, preparando-nos com tempo e conjugando com alguma sabedoria variadíssimos factores essenciais como o gosto pela vida, permanecer activo, alimentação cuidada, etc. A ideia é mesmo manter a qualidade de vida até o mais tarde possivel e morrer cheio de saúde!

Maria José Costa Felix compilou num livro um conjunto de testemunhos de pessoas que, apesar da idade, se mantêm activas e com enorme gosto pela vida. A experiência de vida que transmitem é, sem dúvida, o testemunho sábio e inspirador que a levou ao título do livro cuja leitura é aliciante e recomendamos vivamente,  Envelhecer sem ficar velho

O bem estar também passa por aqui!

 

Exercício para qualquer idade?! Callanetics a opção certa para o seu bem estar!

Category : Exercício

Amanhã 26 de Setembro assinala-se o Callanetics Day em memória da criadora deste programa de exercícios assim chamado a partir do seu nome, Callan.

Nos anos 70 Callan Pinkney (Barbara Pinckney), em resultado dos problemas de saúde que a limitavam em termos de exercício físico e causavam dores frequentes, desenvolveu este programa extraordinário que tem hoje grande expressão e cada vez mais adeptos.

Ao contrário da agitação frenética e por vezes complexa coreografia duma aula de aeróbica, por exemplo, que decididamente não é para todos e para alguns chega a ser uma canseira só de olhar, o Callanetics consiste no conjunto de pequenos movimentos de contracção e alongamento muscular localizados feitos de forma mais lenta, mas nem por isso menos eficaz; os mais entendidos afirmam que uma hora de Callanetics equivale a 24h de aeróbica!

A experiencia de Callan Pinkney é inspiradora uma vez que sofria de escoliose e estaria condenada, com o passar dos anos, a uma vida limitada fisicamente. Precisamente por isso e determinada a ultrapassar os obstáculos que pareciam inevitáveis, foi desenvolvendo um programa de exercícios a partir da força muscular que o treino de ballet lhe dera, juntando-lhe uma boa dose de meditação e focus mental. O resultado foi determinante para a sua qualidade de vida, o Bem Estar foi sem dúvida a sua escolha.

O Callanetics é hoje um programa de exercício fisico referenciado com técnicas especificas e treinadores credenciados e está indicado para qualquer idade.

O bem estar também passa por aqui!

A idade, a sabedoria e o bem estar…

Category : Gratidão

Todos sabemos que a sabedoria vem com a experiência de vida e isso é tanto mais evidente quanto mais caminhamos na nossa propria vida… Ninguém nasce ensinado isso é mais que certo  e a vida encarrega-se de nos ensinar muita coisa, tanta que nem podiamos imaginar!  É interessante lembrarmos os conselhos que os mais velhos davam quando eramos novos e respondiamos com um simples encolher de ombros, seguros de que sabiamos tudo sobre a vida. Pois é. A sabedoria vem mesmo com a idade e claro que só tomamos consciência à medida que vamos caminhando no tempo de passagem que nos é posto milagrosamente à disposição. Claro, a partir de certa altura começamos nós a dar conselhos aos mais novos, assim como nós também ouvimos dos que eram mais velhos e desprezamos com sucessivos encolher de ombros. É mesmo assim, faz parte.

A vida é uma benção que nos foi dada “de bandeja”; há que saber dar-lhe o devido valor, vive-la com serenidade, bem estar, escolher o melhor caminho usando uma bússola própria que ajude na orientação do bem, do amor, do que é realmente importante. E não se iluda, espinhos há sempre.

Veja aqui o testemunho que esta semana  Miguel Esteves Cardoso  deu numa entrevista à RTP.

 

E como facilitar a vida aos Daltónicos? ColorAdd® o código que identifica as cores!

Category : Saúde

Muitos nem imaginam que, para quem é daltónico, a visão do mundo tem um colorido bem diferente… O daltonismo é uma perturbação na visão caracterizada pela incapacidade de diferenciar todas ou algumas cores e manifesta-se sobretudo pela dificuldade em distinguir o verde e o encarnado. Para ter uma ideia, veja este pequeno filme aqui. Este distúrbio era já conhecido e diagnosticado desde o século XVIII e recebeu o nome em homenagem ao químico John Dalton, o primeiro cientista a estudar esta anomalia de que ele mesmo era portador. Na verdade, sabe-se que afecta sobretudo a população masculina, mais precisamente  10% dos homens, o que equivale a cerca de 350 milhões de pessoas!

Miguel Neiva, professor da Universidade do Minho, pesquisou a fundo esta deficiência e acabou por criar um código de cores universal para daltónicos, o ColorAdd®, que foi já adoptado por empresas diversas que usam este código para identificação das cores (tintas, lápis etc) e despertou interesse internacional pela ajuda que dá a muitos dos que têm incapacidade de reconhecer algumas das cores: o ColorAdd® é, portanto, um código de cores universal para daltónicos.

Veja aqui a apresentação deste código para decifrar as cores: cada forma corresponde a uma cor e da combinação das formas resulta uma cor o que permite aos daltónicos identificá-las correctamente.

O bem estar também passa por aqui!

 

Arregaçar as mangas em tempo de mudança…

2

Category : Portugueses Excepcionais

Tempos de grande mudança indiscutivelmente, muitos passam grandes dificuldades sobretudo comparando a bonança e as facilidades dos anos 80/90, adaptar a esta realidade dura tem sido complicado… Em plena mudança de paradigma, importante mesmo é ter consciência de que as regras de mercado se alteraram drasticamente e portanto tudo tem de ser reinventado. Há que começar de novo, voltar à estaca zero, aos bons hábitos que se perderam, arregaçar as mangas, fazer o que for preciso, inventar novos conceitos. Boas ideias precisam-se mas acima de tudo ser criativo e pôr em prática novos projectos é essencial. Se não formos nós ninguem o fará por nós…

2012 vai ficar na história como um ano negro, apesar de muitas coisas boas continuarem a acontecer. É na adversidade muitas vezes que surgem as melhores ideias e como diz a sabedoria popular a necessidade aguça o engenho! A provar isso este ano, em contra corrente, o empreendedorismo português foi uma realidade e oito startups nacionais provaram-no durante a apresentação do Energia de Portugal; veja aqui, inspire-se naquilo que se faz de bom, com criatividade, a partir de boas ideias, de coisas simples.

Em 2011 assistimos no programa prós e contras na rtp1 (veja aqui) à interessante intervenção de Miguel Gonçalves, um rapaz de Braga, a chamar à atenção para que se tome consciência de que a diferença parte de cada um de nós. O Miguel tem desde então feito um trabalho extraordinário verdadeiramente inspirador.

Conheça a dinâmica que o Miguel Gonçalves tem desenvolvido, neste pequeno filme que a SIC produziu, e o importante que é cada um arregaçar as mangas e fazer acontecer, ser criativo. Vamos a isto!

O Bem Estar também passa por aqui.