Metabolic Balance – Aprenda a regular o metabolismo

5

Category : Saúde

0023ae5d932f0b6b27ae09A alimentação desregrada, a solicitação permanente nas mercearias e supermercados de uma mega industria alimentar que nos alicia a cada momento, a multiplicidade de restaurantes e pastelarias que proliferam em cada esquina com menus apeteciveis e para todas as carteiras, tem inevitavelmente levado a que muitas pessoas tenham o seu peso acima, muitas vezes muito acima do que seria desejável.

Os hábitos alimentares tem vindo a alterar-se nas ultimas décadas e, básicamente, passa-se o dia a comer ou coisas que são a longo prazo pessimas para a saúde e sem qualidade nutritiva, ou alimentos que até são indicados para uma boa dieta alimentar; seja como for, passa-se o dia a comer desde o pequeno almoço até a uma eventual última ceia antes de dormir. Comer sabe bem mas na realidade processar tudo o que se come, sobretudo a forma como se come, afeta o metabolismo: é essencial um critério e alguma disciplina ou o peso vai ressentir-se.

O programa alimentar Metabolic Balance ensina a disciplinar o metabolismo retornando a antigos hábitos alimentares com resultados comprovados na perda de peso; é necessário fazer um conjunto de análises de sangue para depois se poder propor um programa alimentar personalizado assente em regras básicas: 3 refeições completas por dia, 5 horas de intervalo entre cada uma delas (pequeno almoço, almoço e jantar) e entre as quais se bebe essencialmente água; cada refeição deve ser composta de um modo geral por apenas uma proteína (carne, ou peixe, ou leguminosas), legumes ou vegetais (ora cozidos, ora crus), uma fatia de pão e uma peça de fruta (pelo menos uma maça por dia); entre o jantar (ultima refeição do dia) e o pequeno almoço (no dia seguinte), deverão passar pelo menos 12h.  A Metabolic Balance dispõe de um coach credenciado em Portugal  para o acompanhar pessoalmente no seu programa. Comprove este programa alimentar com resultados eficazes, eu fiquei adepta!

O Bem Estar passa mesmo por aqui

Lifestyle e Bem Estar by Pestana CR7

1

Category : Informação

pestana-cr7-funchal-banner-(1)-636041922630647252
A marca Pestana CR7 Lifestyle Hotels abriu ao público no dia 1 de Julho no porto do Funchal a sua primeira unidade num conceito inovador e bastante apelativo; este mês de Agosto abre na Baixa de Lisboa, seguindo-se no ano que vem as aberturas na Gran Via em Madrid e em Nova Iorque (perto de Times Square) num total de cerca de 500 quartos em quatro destinos icónicos e de grande procura turística.
Com o lançamento da marca Pestana CR7 o portefólio do Pestana Hotel Group passa a contar com 4 marcas distintas: Pestana Hotels&Resorts, Pestana Collection Hotels, Pestana Pousadas de Portugal e Pestana CR7 Lifestyle Hotels.

Com um novo conceito de hotel virado para o lifestyle e o bem estar este hotel conta com um programa de treino personalizado idealizado pelo próprio Cristiano Ronaldo, a melhor inspiração para se poder estar em forma; dificilmente conseguirá um six-pack após a primeira sessão mas a ideia é pelo menos desenvolver todos os dias a vontade indomável de treinar, ser persistente fazer mais e melhor até começar a ver os resultados que procura. Os quartos têm yoga mats para que possa complementar o treino funcional.

A nivel de cuidados nutricionais os pequenos-almoços oferecem várias superfoods para dar ainda mais energia ao seu dia e os smoothies matinais dão-lhe o shot essencial de vitaminas e nutrientes para sair das férias com espírito vencedor: seja o melhor na espreguiçadeira, o melhor na sauna, o melhor no ginásio ao ar livre, o melhor nas festas e o melhor no rooftop porque afinal, o espírito competitivo também se estende às férias, provavelmente as melhores de sempre.

Pode aproveitar ainda para ver três bolas de ouro, quatro botas de ouro, as 50 medalhas e mais de 200 troféus de todas as competições; não, não dá para os levar para casa, mas pode sempre tirar uma fotografia com o Cristiano Ronaldo ou, pelo menos, com uma das suas figuras em cera: o Museu CR7 está aberto para si de forma grátis.

Se ficar exausto depois de ser confrontado com o imenso sucesso desportivo do CR7, volte para o hotel e peça um dos serviços Magic Spa on demand, uma maravilha com todos os produtos e tratamentos da gama Magic Spa, especialista em beleza, recuperação e relaxamento que vão ter consigo ao quarto… Viva uma experiência luxuosa e sofisticada, de preferência com uma flute de champanhe por perto, enquanto o sol se põe no seu picture perfect day.

O Pestana CR7 Funchal é o novo hotspot da cidade, um espaço único, vibrante e contemporâneo, que convida à mistura entre hóspedes e locais com vontade de beber um copo ao final da tarde. Deixe a noite correr ao ritmo do dub-step, do deep house e das correntes musicais que se ouvem nos melhores rooftops do mundo, ao sabor dos cocktails que os mixologists  criam como verdadeiras obras de arte.

Até os hambúrguers ou as pizzas em vez de fast são mais tipo fancy: a fancy smart food mistura as mais recentes tendências foodie com produtos regionais para uma experiência de sabor única. Todas as sandwiches que saborear serão em bolo do caco e todas as pizzas serão criadas por un vero pizzaiolo napoletano. As saladas healthy e os pequenos-almoços conscientes transformam as opções mais saudáveis em autêntica superfood.

O ambiente muda no Off-Side, o rooftop bar tem a melhor vista do Funchal; a infinity pool sobre a baía e o porto de cruzeiros cria um spot unico num novo estilo de férias. Para quem gosta de animação, as festas e DJ sets animam os sunsets e convidam a ficar até tarde, a saborear um champanhe ou um cocktail.

imagesO bem estar passa mesmo por aqui

Teresa de Saldanha, o lema e a prática: fazer o Bem, sempre.

Category : Notícias

I14Passaram, no dia 8 deste mês de Janeiro, 100 anos que Madre Teresa de Saldanha partiu da vida terrena onde deixou uma obra, já na época, de grande alcance.  Tivemos o privilégio de acompanhar este fim de semana a extraordinária comemoração em sua homenagem organizada pelas irmãs Dominicanas em Fátima, com uma missa celebrada pelo Senhor Cardeal D. Manuel Clemente na Basílica da Santíssima Trindade, um almoço na Casa das Irmâs Dominicanas e um evento no Centro Pastoral Paulo VI onde, além de vários membros da família Saldanha descendentes do seu irmão e sobrinhos, estiveram alunos da escola de S. José de Benfica e respectivas famílias, assim como representantes de diversas casas da congregação de varios pontos do país, participando igualmente através de gravações em filme, todos os centros espalhados pelo mundo desde Albânia, Angola, Moçambique, Timor, Estados Unidos, Brasil, Paraguai: deveras impressionante! À data da sua morte corria já a fama de santidade de Madre Teresa e até então fundara  27 casas sendo 17 em Portugal, 6 no Brasil, 1 na Bélgica, 2 nos E.U.A. e 1 em Espanha. O seu lema e pratica que tem inspirado tantos, chega ao coração de muitos pelo mundo: fazer o bem, sempre

Actualmente decorre o Processo de Canonização de Madre Teresa de Saldanha: aberto em Portugal a 6 de Novembro de 1999 encerrou a 17 de Novembro de 2001 e foi posteriormente entregue em Roma a 14 de Fevereiro de 2002.

A sua vida foi marcante pela obra que deixou e hoje, passado tanto tempo já, os frutos da sua fé, entrega e perseverança continuam a chegar a tantas pessoas. Numa época em que não era nada comum uma senhora tomar as rédeas de qualquer iniciativa que fosse e nem sequer seria bem vista ao fazê-lo, num tempo em que a própria igreja estava enfraquecida, Teresa de Saldanha foi a primeira mulher fundadora de uma congregação religiosa em Portugal após o regime liberal ter decretado a extinção das ordens religiosas em 1834.

De personalidade forte, determinada, organizada, uma notável capacidade de liderança e de trabalho, culta e piedosa, imprimiu os seus valores em todas as acções que realizou ao longo da vida, movida pela sua grande paixão a Deus e dedicação aos mais desprotegidos tendo-se tornado numa grande figura feminina que se adiantou ao seu tempo.

Proveniente de uma família nobre, Teresa nasceu no dia 4 de Setembro de 1837 no Palácio da Anunciada, na Rua das Portas de Santo Antão em Lisboa. Filha de João Maria do Sacramento de Saldanha Oliveira Juzarte Figueira e Sousa e de Isabel Maria de Sousa Botelho, terceiros condes de Rio Maior, foi baptizada no dia seguinte ao seu nascimento na Capela do Palácio da Anunciada e, em 1848, fez a Primeira Comunhão no altar de Nossa Senhora da Conceição, na Igreja dos Inglesinhos, em Lisboa.

De estado de saúde débil e preocupante Teresa foi acompanhada desde cedo com a permanente presença e dedicação da mãe que teve um papel preponderante na sua orientação ensinando-lhe letras (português, história, francês, inglês e alemão), os princípios da música e da arte colaborando com professores particulares escolhidos por si e  iniciando-a na prática da misericórdia através da Associação de Nossa Srª Consoladora dos Aflitos que fundou em 1849 dedicada ao socorro das famílias que viviam na pobreza.

Em 1855, com dezoito anos, ao pintar o Ecce Homo, Teresa sentiu o primeiro apelo místico e fez voto de castidade e um ano mais tarde redigiu um escrito onde declarou claramente a sua opção de exclusividade a Deus e ao serviço dos pobres.

Dirigiu o Colégio de Stª Marta para Meninas Pobres, apoiado pelas Filhas da Caridade de S. Vicente de Paulo uma comunidade de freiras francesas que se encontravam em Portugal exercendo a sua missão de atender aos pobres e desprotegidos. Em 1859 fundou em Lisboa com algumas amigas e dirigiu durante toda a sua vida a Associação Protectora das Meninas Pobres com Estatutos aprovados pela Santa Sé, a 21 de Abril de 1863, que veio a estar na origem da fundação, daquela que teve depois grande alcance pelo mundo, a Congregação Portuguesa das irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena em 1868.

Dedicou-se assim à educação de crianças pobres, à alfabetização e promoção de raparigas operárias através de aulas externas trabalhando  em grande medida com as irmãs da caridade francesas que, subitamente em 1862, foram expulsas de Portugal, deixando Teresa inconformada com a situação que abria uma grande lacuna assistencial. Teresa já tinha manifestado à sua mãe o desejo de ser religiosa e à sua cunhada, a Marquesa de Rio Maior, a intenção de ingressar nas Irmãs da Ordem Terceira de S. Domingos, em Stone/Inglaterra onde já tinha sido aceite contudo, o pai opusera-se completamente à sua saída para o estrangeiro; ao mesmo tempo ela própria via a necessidade do seu país e o chamamento de Deus em fundar uma congregação que se dedicasse ao serviço dos mais pobres e desfavorecidos da sociedade.

“Cheia de desejos de me consagrar ao serviço de Deus, vendo grandes dificuldades em obter dos meus pais licença para deixar para sempre Portugal; vendo também a necessidade de estabelecer em Portugal uma ordem religiosa ativa, que se ocupasse de pôr em prática todas as obras de misericórdia, comecei a pensar profundamente no ano de 1864, tinha eu 27 anos de idade, como seria possível pôr em prática os meus ardentes desejos, seguindo em tudo e por tudo a Vontade de Deus… Mas Deus que me inspirava estes desejos e que sabia bem o meio de os pôr em prática, olhava sem dúvida para mim com ternura, do alto da Sua grandeza, servindo-se das minhas dúvidas e vendo ser fácil o que a mim me parecia impossível! 

(Notas particulares da M. Teresa de Saldanha)

68040_372960279448757_627999955_nSó em 1887 conseguiu realizar o seu sonho quando tomou o Hábito e iniciou o Noviciado a 18 de Abril com o nome de Irmã Teresa Catarina Rosa Maria do Santíssimo Sacramento. Fez a Profissão Religiosa a 2 de Outubro e foi nomeada a primeira Superiora Geral da congregação a 9 de Novembro, com licença especial de Breve de 21 de Dezembro de 1887 emitida pelo Papa Leão XIII. Estes acontecimentos culminaram com a tomada de posse do cargo de Superiora Geral no dia 15 de Janeiro de 1888 e, mais tarde, em 2 de Outubro de 1892, com a Profissão Perpétua.

Teresa de Saldanha distinguiu-se também na pintura onde aprendeu com os mestres Mr. Leberthais (carvão) e Tomás José da Anunciação (aguarela e óleo), revelando grande talento para pintar paisagens, retrato ou motivos profanos e uma preferência pela iconografia religiosa. Deixou obras de grande qualidade pictórica que foram estudadas por alguns especialistas, como António Quadros numa conferência proferida em 1988, nos 150 anos do seu nascimento, na Fundação Calouste Gulbenkian, intitulada Romantismo e Misticismo na Pintura de Teresa de Saldanha. Destacam-se nas suas obras: dois auto-retrato e vários retratos de família (primeiros carvões, 1851), Ecce Homo (1855-1856), carvões, aguarelas e óleos (1856), Painel do Sagrado Coração de Jesus e S. João Baptista (Goa, 1865), Santa Brígida (Convento das Inglesinhas, 1865), Nossa Senhora e o Menino Jesus (Hospital de S. Luís das Irmãs da Caridade Francesas, 1865), Painel em honra da Beata Maria dos Anjos (1865), as últimas produções pictóricas (1869), a Mater Dolorosa e Santa Rosa de Viterbo.

Deixou também um grande espólio literário de escritos pessoais e de circunstância, nomeadamente notas autobiográficas e das suas memórias, orações, cartas, relatórios e contas. Morreu com fama de santidade numa pequena casa alugada na Rua Gomes Freire, n.º 147, em Lisboa, no dia 8 de Janeiro de 1916 com setenta e oito anos, completamente despojada dos seus bens que lhe tinham sido retirados com a implantação da República. As exéquias foram realizadas na Igreja do Corpo Santo, em Lisboa e o seu corpo foi sepultado no jazigo da congregação no Cemitério de Benfica, na mesma cidade, onde hoje repousa.

A sua memória, que continua viva nos corações tocados pela sua bondade e perseverança, serviu ao longo dos anos de inspiração à realização de diversas comemorações relacionadas com a sua vida e obra e com a congregação que fundou, através da publicação de livros, biografias e artigos, fotografias, conferências, exposições, peregrinações, programas de rádio e televisão, dramatizações.

Fazer o bem, sempre. O bem estar passa por aqui

 

 

 

 

 

 

 

Dois milhões de visitantes depois…o bem estar passa mesmo por aqui!

4

Category : Informação

DSC_9706.PB

Um dia lançámo-nos à aventura pelo bem estar e lançámos o nosso blog apregoando aos quatro ventos O bem estar é uma escolha. Tome as decisões certas!

Hoje, mais de dois milhões de visitantes já passaram por aqui e encontraram ideias, práticas, caminhos, soluções para o seu bem estar. Se ainda não sabe, são pequenos milagres que estão ao alcance de cada um de nós: pondo amor em tudo o que faz, cuidando da sua alimentação, dando umas boas gargalhadas, fazendo mais e melhor por si e pelos outros, partilhando…

Obrigada a todos os nossos leitores que ao passarem por aqui encontram uma luz no seu percurso de bem estar. Bem Hajam!

Lembre-se, o seu bem estar e daqueles que estão perto de si depende, em grande medida e sobretudo, de si.

O bem estar passa mesmo por aqui

Orgulho e bem estar: o cante alentejano é Património da Humanidade!

Category : Portugal

08656-LRG

Sabemos que o bem estar de cada um passa por muitos factores mas certamente o estar bem consigo mesmo e com os outros, gostar de si, do que faz, do que é, são aspectos essenciais.

Também, e numa escala maior projectando ao ser português, ter orgulho naquilo que fazemos, do que somos, a história milenar que temos com feitos e glórias, uma cultura impar com raízes que todos evocamos com emoção, os que cá estamos e mais ainda os que estão por esse mundo fora e são muitos.

Ó Serpa do Alentejo minha terra Natal, é das vilas mais antigas que temos em Portugal, ou outro qualquer cante alentejano não nos deixa indiferente: hoje a candidatura do cante alentejano foi merecidamente reconhecida na UNESCO em Paris Património da Humanidade como já o tinha sido há dois anos o Fado. Se trazemos Portugal no coração com orgulho hoje é mais um dia especial para festejar.

Gosto de Portugal, tenho orgulho em ser portuguesa e o que me inspira é tudo o que temos de bom e o que temos feito e continuamos a fazer bem.

O bem estar também passa por aqui.

 

 

Reviver o passado com bem estar: preserve a memória da sua família!

Category : Nós aconselhamos

10636321_10203020168893176_1948158592564948228_n

Ultimamente tem vindo a crescer o interesse  sobre os arquivos de família, de um modo geral em Espanha, França, Itália e Portugal (extensivo ao Brasil pela História comum dos dois países) realçando a importância que têm não só pelo tipo de informação histórica que guardam e está geralmente inacessível por se encontrarem em casas particulares,  mas sobretudo como núcleos de memória preservada ao longo de gerações com intenções especificas e que importa conhecer e salvaguardar.

Em Portugal tem havido alguns casos em que as famílias, segundo um determinado protocolo, decidem depositar o seu arquivo no ANTT como foi o caso da família dos Marqueses de Rio Maior; noutros casos e pela importância que representa, o ANTT comprou o arquivo de família, como aconteceu com a Casa Cadaval. Um dos casos mais inspirador é o da Casa de Mateus que permanece na família organizado, preservado e acessivel à pesquisa, mas infelizmente há também casos tristes de arquivos de familia desmembrados em partilhas por exemplo.

Há no entanto muitos outros arquivos que estão ainda nas casas de família sem que se saiba sequer da sua existência. Destes era muito importante haver um registo assim como a manifesta vontade das famílias em manter a sua unicidade e preservação.

Em Portugal o meio académico, nomeadamente a FCSH da Universidade Nova de Lisboa, tem estado a dar um grande contributo para o conhecimento, organização e divulgação deste tipo de arquivos uma vez que há vários cujo estudo é tema de teses de mestrado e doutoramento.

Com o intuito de sensibilizar e ajudar a quem tem nas suas casas arquivos de família foi publicado agora um guia muito útil Arquivos de Família: Memórias Habitadas com noções básicas de arquivística para que as famílias proprietárias de arquivos possam contribuir para a sua divulgação, preservação e acessibilidade à pesquisa.

A memória das famílias reveste-se de um perfil particular e é de enorme interesse e importância. Dê uma vista de olhos na versão ebook e contribua para a preservação da memória da sua família. Se lhe interessa pode saber mais na página do facebook Arquivos de Família em Rede

O bem estar também passa por aqui.

Visitar Portugal: turismo com muito bem estar…

Category : Nós aconselhamos

IMG_1394

Em tempo de excelência de férias por todo o país mas em especial nas cidades de Lisboa e Porto, proliferam os turistas. É o tempo eleito pelo comum dos mortais para fazer a grande pausa do ano de trabalho, aproveitar o sol e a praia ou visitar outros lugares e outras gentes. Os turistas entram em grande massa por Portugal dentro que hoje em dia os recebe com bastante mais qualidade. E isto é válido para toda a gama de turistas, os que vem com a carteira mais cheia e os que a trazem mais vazia; em termos de estadia a escolha abrange um vasto leque desde os hostels, aos tradicionais hoteis de diversas estrelas. Mas não é só isso, é que realmente tudo está impecável, arranjado, apetecivel, é a diferença de fazer as coisas com brio.

Portugal é nos nossos dias um destino de eleição os numeros são a realidade evidente; experimente fazer turismo em Lisboa ou Porto e certamente vai ver a diferença para melhor e vai ficar com vontade de voltar! Cada vez mais estão a tornar-se cidades apeteciveis para visitar.

Este ano o verão tem sido ameno, nada de grandes caloraças e mesmo com alguns dias inesperadamente molhados o clima é sempre simpático. A escolha de alojamento é muito variada e vai desde os recentes hostels como o  BLUE Boutique Hostel em S. João do Estoril, um chalet familiar típico do século passado transformado com muito bom gosto num hostel perto da praia, ao acolhedor e num registo mais requintado  Palácio Ramalhete  também um bom exemplo da recuperação duma casa apalaçada nas Janelas Verdes frente ao Museu de Arte Antiga.

As sugestões de turismo em casa são imensas; faça a experiência e chegue a lisboa ao cais do sodré de comboio, aproveite para tirar um petisco no Mercado da Ribeira, e faça a tão simpática caminhada a pé pela Ribeira das Naus até à Praça do Comércio; tome uma bebida numa das agradáveis esplanadas e suba ao topo do Arco da Rua Augusta para ver a fantástica vista de Lisboa a 360º; ou ainda experiemente uma volta por Lisboa num TUKTUK.  Apaixone-se por Lisboa, apaixone-se por Portugal.

O bem estar passa mesmo por aqui.

Azeite extra virgem da nossa terra: mais produção e melhor qualidade!

Category : nutrição

0,,17018246_403,00

Cada vez mais tem vindo a sensibilizar-se as pessoas para a importância do azeite e da sua qualidade nos hábitos diários; o azeite é de facto dos produtos naturais de melhor qualidade na dieta alimentar tradicional sobretudo na zona do mediterrâneo e o seu uso é já milenar!

Desde o século passado que é notório o incentivo à produção e ao consumo o que tem resultado no aumento da variedade de oferta; hoje é mais fácil encontrar a partir das várias qualidades de azeitona, diferentes “receitas” de azeite, um pouco como se faz com as castas de uva  na concepção do vinho.

Quem ainda não notou a diferença na paisagem em Portugal? A quantidade de Olivais que cruzamos pelo campo fora é hoje muito maior e mesmo assim, apenas agora estamos próximo da auto-suficiência! Quem diria?

E nas prateleiras dos supermercados e das mercearias, a quantidade de oferta é tão maior! E ainda, a qualidade extraordinária do azeite que se está a produzir actualmente? É excepcional!

O azeite virgem extra é um produto 100% natural, obtido diretamente das azeitonas por processos que hoje em dia são exclusivamente mecânicos, contrariamente ao que acontece à maioria dos outros óleos vegetais que são refinados; além de tão saboroso é um dos alimentos com maiores propriedades preventivas e curativas que existe na natureza, veja só:

• Inclui uma quantidade considerável de vitaminas, principalmente vitaminas E e K.
• Favorece a mineralização óssea, estimula o crescimento e a absorção de cálcio.
• Aumenta os níveis do HDL (o bom colesterol) e ajuda a reduzir a taxa de mau colesterol.
• Hidrata e rejuvenesce a pele.
• Ajuda a prevenir o desenvolvimento de doenças cardio-vasculares.
• Protege o sistema digestivo e facilita as suas funções.
• Devido às suas propriedades antioxidantes ajuda a prevenir vários tipos de cancro.
O azeite é hoje em dia também considerado como um dos grandes responsáveis pela baixa incidência de acidentes cardiovasculares entre os povos do Sul da Europa, aqueles que desde cedo deram preferência ao seu consumo, reduzindo em grande medida os problemas circulatórios. Não deve ser consumido em excesso mas sim deve acompanhar uma dieta cozinhada de forma tradicional passando esta tradição de pais para filhos que desde cedo aprendem a apreciar este ouro líquido!

Além de ser um óptimo ingrediente numa alimentação saudável, o desperdicio na produção de azeite pode hoje em dia ser aproveitado  para biocombustível.

Assim vai a produção de azeite no mundo segundo um mapa elaborado pela Herdade de Maria da Guarda um dos produtores nacionais situada em Serpa, no Alentejo. Deixamos aqui a sujestão duma receita de verão para apreciar com os seus amigos e familia:
10364048_808326495859064_1660831834527118978_nMolho de Frutas Vermelhas:

Ingredientes
-100ml Azeite Virgem Extra
– 30g Morangos
– 20g Framboesas
– 30ml Vinagre balsâmico (ou de frutas como preferir)
– Sal e pimenta q.b
Preparação:
Coloque o azeite, o vinagre e as frutas vermelhas na trituradora ou no liquidificador até formar um creme homogéneo. De seguida tempere com pimenta e sal a seu gosto.

O bem estar também passa por aqui.

Bem estar e bem ser português: celebremos e repliquemos a portugalidade hoje e sempre.

1

Category : Portugal

Luís_de_Camões_por_François_Gérard

Esta semana comemoramos Portugal com duas figuras marcantes da nossa história em vertentes diferentes, é certo, mas basilares daquilo que somos já vai para mais de 900 anos: Luis de Camões a 10 de Junho, Santo António a 13 de Junho.

Hoje 10 de Junho, dia de Portugal, de Camões e das comunidades portuguesas comemoramos a figura que melhor simboliza o génio português não só nas letras com todo o seu esplendor na obra classica Os Lusíadas, mas na diáspora tão presente no perfil pátrio. Como bem dizia o Padre António Vieira Nascer pequeno e morrer grande, é chegar a ser homem. Por isso nos deu Deus tão pouca terra para o nascimento, e tantas para a sepultura. Para nascer, pouca terra; para morrer toda a terra. Para nascer, Portugal: para morrer, o mundo (Padre António Vieira, Sermão de Santo António, Sermões, VII, p.64.). Que maior verdade continua a ser hoje e sempre!

Na próxima sexta feira 13 de Junho Santo António, orador eximio, pregador, evangelizador, uma vida curta e tão cheia de dádiva, de amor, de entrega levando a verdade de Cristo a tantos com quem cruzou.

SantoAntonioCINQvNão se trata simplesmente de festejar figuras e feitos do passado, relembrar exemplos e glórias que se perderam no tempo bla bla bla. Não. É muito mais do que isso. É o quanto nos inspiram com orgulho a continuar, a fazer bem feito, a ser exemplo, a exaltar e sobretudo replicar, sem perder tempo na maledicencia, nem naquilo que se faz mal feito.

Os bons exemplos seja no que for, serão sempre os que nos inspiram. Os bons exemplos portugueses mais ainda.

O bem estar passa mesmo por aqui.

Empreendorismo, portugalidade e bem estar!

Category : Nós aconselhamos

museu_descobrimentos_destaque

 

 

 

Portugal somos todos nós, bons, maus, ou assim-assim. É o somatório de todos que faz o país, os que aqui estão fisicamente mas também os que estão pelo mundo, um perfil afinal tão português; e os portugueses que estão fora criam elos mais fortes, unem-se, mantêm os hábitos, as tradições e voltam sempre que podem à sua terra natal.

Cada um tem uma responsabilidade: nada como fazer sempre pelo melhor e com orgulho respeitar, honrar e continuar o que de bom se fez no passado por muitos portugueses, conhecidos ou não, é indiferente. Os bons exemplos inspiram-nos a fazer mais e melhor, hoje fazemos pelo futuro e tomar iniciativa é essencial: muita vontade, querer, acreditar e fazer acontecer. Em contraciclo, num tempo em que tantos optam pela inercia, pelo discurso maldizente e por cultivar uma crise crónica, outros felizmente andam para a frente, arriscam, deixam marca, constroem.

O mês passado abriu no Porto o Museu dos Descobrimentos uma iniciativa já de si louvável pelo empreendorismo que representa mas também pela portugalidade que traduz, e não se trata apenas de glorificar um passado desaparecido…

mapa(1)Trata-se de mais um projecto de Mário Ferreira, um museu interactivo e um parque temático dedicados aos Descobrimentos. O investimento ronda alguns milhões de euros, cria cerca de 25 postos de trabalho e espera atrair no primeiro ano 300 mil visitantes. O local escolhido para implantar o World of Discoveries fica no coração de Miragaia, no Porto, junto à actual sede da DouroAzul, no mesmo sítio onde houve um importante estaleiro, construtor de alguns dos barcos usados nas Descobertas.

O novo museu recorre a sofisticadas réplicas e a uma extensa parafernália tecnológica para transportar os visitantes numa viagem que percorre as etapas fundamentais dos Descobrimentos. Estão lá as naus, Porto e Lisboa, Ceuta, o Cabo das Tormentas, Índia, Timor e China, Macau, Japão e Brasil. Há ainda um restaurante, Mundo dos Sabores, que oferece gastronomia de todos estes lugares visitados.
O Museu dos Descobrimentos está ainda disponível para organizar programas específicos, à medida, para grupos.
O bem estar também passa por aqui.