Human, o filme: um retrato expressivo e abrangente de pessoas de coração aberto…

1

Category : Eventos

humanthemovie-maishaflix-medium_0

Há precisamente dois anos esteve em Lisboa a espectacular exposição de Yann Arthus-Bertrand no Museu da Electricidade designada 7 Mil Milhões de Outros e sobre ela muito se falou e escreveu pela sua singularidade, pelo seu impacto, pelo realismo da profundidade do ser humano retratado na sua verdade. A partir deste trabalho o fotógrafo francês realizou um grande documentário que na origem tinha mais de 7 horas de duração e, para que podesse ser visto pelo público também em salas de cinema/espectáculos, acabou por ser reduzido a cerca de duas horas e vinte minutos numa short version. Cerca de duas mil pessoas em todo o mundo de diferentes paises e culturas foram entrevistadas sobre diversas vertentes da vida desde o amor ao sofrimento, das alegrias às contrariedades, da felicidade à violencia, num retrato individual de coração aberto, olhos nos olhos, que não deixa ninguém indiferente.

Ontem no Centro Cultural de Belém foi apresentada esta versão seguida de uma sessão de questões e debate com o próprio Yann Arthus-Bertrand acompanhado por Jorge Braga de Macedo e Pedro Rebelo de Sousa. A produção deste documentário contou com o financiamento das Bettencourt Schueller Foundation e GoodPlanet Foundation o que permite que possa ser vista de forma gratuita no YouTube.

A exibição do filme Human, ontem no CCB, contou com o apoio da Claude & Sofia Marion Foudantion, Air France, Insitut Français, NOS Entre Iguais, CCB,  bem como do Projecto Memória parceiro da GoodPlanet Foundation; foi um sucesso numa experiência incrível desde logo pelo impacto da projecção num grande ecrã com imagens impressionantes que levaram a plateia ora às lágrimas, ora a momentos divertidos, ora ao absoluto espanto da natureza no seu explendor.

Não perca, o bem estar também passa por aqui

 

Sustentabilidade e bem estar: a mãe natureza no seu explendor!

Category : Sustentabilidade

wolf-pack-yellowstoneMuito a propósito de bem estar, lembramos que a questão da sustentabilidade, longe de ser apenas a batalha de uma minoria, tem mesmo muita razão de ser; se pensarmos que alguns erros podem ser fatais no ecossistema, é bom saber que corrigir esses erros pode trazer grandes beneficios na sustentabilidade do nosso planeta.

No Parque Nacional de Yellowstone os lobos foram extintos pela caça e  estiveram ausentes cerca de 70 anos e, por mais incrivel que possa parecer, isso provocou a longo prazo uma alteração no ecossistema daquela imensa área, pois o numero de veados aumentou muito uma vez que desaparecera o animal que os caçava. Apesar dos esforços humanos para controlar o seu crescimento, com o tempo os veados foram destruindo grande parte da vegetação.

Em 1995 voltou a introduzir-se uma comunidade de lobos no Parque de Yellowstone e o impacto tem sido extraordinário; além de ter travado o crescimento dos veados veio alterar radicalmente o seu comportamento. Os veados começaram a evitar as zonas onde podiam ser mais facilmente apanhados, nos vales, e a vegetação nessas áreas começou gradualmente a regenerar-se; e de tal forma que em certas zonas as árvores voltaram a crescer e algumas quintuplicaram de tamanho em meia duzia de anos. Com esta efusão vieram, a pouco e pouco, comunidades de passaros e de castores. O numero de coiotes por sua vez diminuiu porque também servem de alimento aos lobos e em consequencia cresceram as comunidades de coelhos e ratos aumentando a presença de doninhas, falcões, raposas e texugos. O mais impressionante é que todas estas alterações desde que os lobos voltaram a estar presentes no parque e com a regeneração da floresta, o curso dos rios consolidou-se de outra forma e esse foi o título que deu nome ao pequeno filme que vale a pena ver aqui: How wolves change rivers

É de facto impressionante.

O bem estar passa mesmo por aqui

 

Assim se faz Portugal honrando valores e tradição: é muita fruta pelo nosso bem estar!

Category : Nós aconselhamos

ng1108303_435x190

Numa nova era da expansão económica e em contraciclo duma crise que alguns insistem como crónica, Portugal dá cartas aqui e no mundo, fazendo melhor, com orgulho, estruturado em valores e na tradição; é respeitar, honrar e continuar o tanto de glorioso que muitos portugueses excepcionais, conhecidos ou desconhecidos não importa, têm feito ao longo de 900 anos de História… Serão sempre os bons exemplos que nos inspiram a fazer mais e melhor.

Na Herdade Vale da Rosa  faz-se Portugal nestes moldes, acredita-se  nas capacidades e acredita-se que é possivel contribuir para o sucesso do país construindo uma imagem de país produtivo, eficiente e capaz de desenvolver negócios de dimensão e qualidade internacionais. Os primeiros passos foram dados noutra geração, ainda no século XIX, que acabou por consolidar nos dias de hoje a marca de uvas de mesa Herdade Vale da Rosa continuando o seu caminho pelas gerações seguintes. Assim seja!

10151263_805333899490458_3621463690102631895_nSabe que na Herdade Vale da Rosa há 230 quadras de uva e que cada quadra representa cerca de 1 hectare mais ou menos o equivalente por exemplo a um campo de futebol!? É muita fruta mesmo!

A sua produção abrange cerca de 12 variedades de uva com grainha e sem grainha, todas únicas com nome e identidade e são tratadas de uma forma verdadeiramente especial. Fruta muito apreciada, as uvas são um alimento importante numa dieta saudável; 100% naturais, contêm uma grande concentração de vitaminas – vitamina C que ajuda o corpo a proteger-se das doenças – vitaminas do Complexo B, necessárias ao bom funcionamento de todas as células – Carotenos (ou pró-Vitamina A), que são transformados pelo corpo em Vitamina A, indispensáveis à divisão celular, à pele e visão saudáveis.

1545617_805795799444268_5749341449358862983_nA deliciosa uva sem grainha tem hoje em dia muita procura, é 100% natural e existe desde os tempos mais remotos do império turco; como são pequenas devido ao não desenvolvimento do embrião este tipo de uvas eram utilizadas como passas uma das formas de conservação da fruta, através de um processo de desidratação que resulta da exposição prolongada ao sol.

O bem estar também passa por aqui.

Back to basic @ Quinta de Molha Pão!

4

Category : Nós aconselhamos

 

O regresso à terra e às culturas tradicionais são sempre iniciativas louváveis. Cada um decide o que quer consumir e ser exigente na qualidade é essencial. Somos todos e cada um de nós que fazemos o mercado, é a mais pura verdade; há que procurar, cada vez mais, aquilo que é realmente bom para a saúde, a bem dizer, a nossa e a do nosso planeta…

Diz a sabedoria que  Deus perdoa sempre, o Homem às vezes, a Natureza nunca! E tem-se cometido tantos erros, massacrado muito a natureza, cuidado… A sustentabilidade está forçosamente na ordem do dia. Devemos mesmo por de lado os maus hábitos na alimentação e mais ainda optar, tanto quanto possivel, pelos produtos de cultura tradicional.

Fantástico é que há quem produza este produtos, e entregue em casa! Desde 2011 puseram mãos à obra em 3,5 hectares do melhor chão da Quinta de Molha Pão e começaram aos poucos a produzir os mais diversificados produtos agrícolas disponiveis para abastecer o mercado da Área Metropolitana de Lisboa. A cada vez maior procura de produtos biológicos e a proximidade a Lisboa/Cascais/Oeiras viabilizam o abastecimento frequente e justificam a diversificação dos produtos.

 

Num continuo processo de investimento para melhorar cada vez mais a potencialidade desta infraestrutura (moderno sistema de rega, estufas, camaras de refrigeração para culturas colhidas do dia, etc), a Quinta de Molha Pão  está a promover um friend funding que consiste em  angariar 75 Bio Investidores que queiram contribuir, cada um deles, com 100€.

O dinheiro investido pelo Bio Investidor será devolvido sob a forma de Bio Cabazes entregues todos os meses no valor de 20€, num total de 6, entre Junho e Dezembro de 2013. Os Bio Investidores vão apenas antecipar o pagamento dos Bio Cabazes e um deles é oferecido a título de recompensa.

(Para participar envie email para encomendas.molhapao@gmail.com ou telefone para Gonçalo Lança Morais 916 343 803
Ver mais informação na pagina do Facebook)

O Bem estar é uma escolha. Tome as decisões certas!

 

 

 

Bem estar em harmonia com a natureza? Precisa-se com urgência!

2

Category : Sustentabilidade

A sustentabilidade está na ordem do dia e não é de admirar. Durante muitos anos cometeram-se as maiores atrocidades a este planeta em que vivemos, muitas vezes inadvertidamente outras nem por isso, certo é que vieram a revelar-se duma enorme irresponsabilidade e negligência, pondo em risco o mundo que habitamos e claro o nosso proprio bem estar e sobrevivencia.

É fácil encontrar enormes contrastes entre paisagens de grande beleza, da natureza no seu esplendor, e trágicas realidades ao nível da poluição de consequências desastrosas, por vezes irreversíveis, o aquecimento global, as catástrofes naturais etc.

Felizmente multiplicam-se as iniciativas que procuram corrigir erros do passado, provavelmente não tantas como seria desejável, algumas mesmo heroicas pelas coragem de fazer diferente e melhor, independentemente de interesses económicos ou outros. Simplesmente porque é absolutamente necessário!

Vale a pena ver aqui o exemplo do Projecto de Recuperação Ecológica e Paisagística da Lagoa de Furnas nos Açores.

O bem estar passa por cada um, reflecte-se nos outros e no ambiente que nos rodeia. Cada um tem uma pequena responsabilidade que somada com todos os outros fará a diferença para melhor.

4 Elements: experiências positivas em harmonia com a sustentabilidade…

1

Category : Nós aconselhamos

Cada vez mais é importante sensibiizar os mais novos para a sustentabilidade pois torna-se urgente reparar erros graves que se cometeram no passado e promover as experiências positivas do contacto directo com a natureza e da riqueza imensa que representam. Nada melhor do que passar uma temporada a sentir verdadeiramente como a natureza merece todo o nosso respeito e como se pode ter uma correcta consciência ambiental.

Na Quinta dos 4 Elementos um grupo de pessoas dedica-se a proporcionar essas experiencias a jovens e crianças, organizando campos de férias e viagens de finalistas; destacamos aqui o programa Campo de Férias Permacultura onde aprender como podemos cultivar o que comemos, construir a casa em que vivemos, ajudarmo-nos uns aos outros e muito mais, é uma oportunidade para entender o tema da sustentabilidade propondo uma semana educativa cheia de novas experiências, que permite a todos os participantes vivenciar o meio natural, tendo em conta as implicações das suas acções no ambiente.

Vale a pena espreitar o site dos Campos de Férias 4 elements e a pagina 4 Elements no Facebook

O Bem Estar também passa por aqui…

Eis a oportunidade de conhecer a Biodiversidade de Lisboa!

2

Category : Sustentabilidade

 

Apresentada em 2010, a Rota da Biodiversidade em Lisboa é uma forma muito interessante e certamente uma perspectiva diferente  de conhecer parte desta cidade única. O rio Tejo e Monsanto são as zonas de eleição num percurso circular com 14 km de fácil execução e que poderá ser feita a pé ou de bicicleta.

A proposta de trajeto passa por lugares familiares de todos nós e esta é, de facto, uma boa forma de redescobrir locais olhando-os com olhos de ver, partilhando emoções e sobretudo poder observá-los com consciência ambiental. A denominada Rota da Biodiversidade é afinal um percurso que leva ao diálogo permanente entre o rio Tejo e o grande Monsanto que não deixa ninguém indiferente.

A Francis Overland propõe este aliciante programa para o dia 14 de Janeiro sob o lema Ao encontro da Biodiversidade Urbana de Lisboa num desafio a todos os que nele vejam uma oportunidade; estamos a começar um novo ano e, porque não, em boa companhia num passeio que conjuga uma caminhada saudável com a divulgação da riqueza natural de Lisboa, ao não menos rico património cultural e histórico da cidade, num percurso que liga duas unidades ambientais muito importantes, a zona ribeirinha e a Mata de Monsanto, em 18 locais seleccionados pela sua localização e valor intrínseco.  Claramente um ponto de partida que estimula a curiosidade de encontrar toda a desconhecida diversidade biológica de Lisboa.

Percurso pelo Bem Estar no Mondego

Category : Portugal

No âmbito do mestrado em Produção de Documentários de Vida Selvagem na Universidade de Salford, Daniel Pinheiro realizou um documentário sobre a vida selvagem no Rio Mondego. Neste documentário a que chamou precisamente Mondego podemos ver a riqueza da biodiversidade, a natureza no seu esplendor, Portugal no seu melhor.

Uma viagem no rio Mondego como nunca o vimos, desde a nascente na Serra da Estrela até ao mar, o rio e a vida selvagem são protagonistas do documentário de estreia do jovem realizador português Daniel Pinheiro que teve aulas com o mítico David Attenborough.

Na reportagem da SIC Daniel conta o que o motivou a fazer este trabalho e revela alguns dos pormenores que lhe permitiram a captação de imagens extraordinárias da vida selvagem neste percurso. O previo trabalho exaustivo de pesquisa e a enorme paciência para poder observar e captar movimentos de pequenos animais resultou neste trabalho de grande mérito e qualidade.

Um jovem português excepcional que nos deixa antever belíssimas produções nacionais no futuro, as imagens tão bonitas de recantos da natureza no país que merece todo o nosso amor e carinho.

Conservar Portugal está ao nosso alcance

Category : Sustentabilidade

O post anterior do nosso Blog do Bem Estar sobre Satish Kumar e a sua filosofia do ambiente levou-nos hoje a divulgar uma das muitas iniciativas paradignamizadoras que acontecem em Portugal. Precisamente com o sentido de promover a maior aproximação das pessoas à Natureza sabendo que é bem possivel o desenvolvimento em harmonia com a Natureza,  surgiu este ano em Lisboa a Aidnature.org uma Associação Sem fins Lucrativos, qualificada como Organização Não Governamental.

O objectivo é implementar projectos de conservação da Natureza que assentam em acções concretas de  crescimento económico e social das comunidades.

Ainda há muito que todos podemos fazer para conservar e proteger a Biodiversidade em Portugal. Bem Haja este tipo de iniciativa que nos faz acreditar que melhor é possivel e ser proactivo é essencial.

Proteger os ambientes selvagens, salvaguardar a Natureza no seu explendor:  Conservar Portugal está ao nosso alcance.

 

Caminhadas na Serra de Sintra

1

Category : Exercício

Todos sabemos que caminhar é óptimo para a saúde física, mental e espiritual. Nos próximos dias 13 e 20 de Novembro, a FrancisOverland vai organizar mais 2 passeios fantásticos à Peninha e ao Cabo da Roca.

Aproveite para ir respirar ar puro e ter um contacto estreito com a Natureza no seu melhor, com vistas soberbas.

Visite o site para saber mais informações e os horários.

Boa caminhada!