A rotina alimentar e o Bem Estar

2

Category : nutrição

23971107-uma-dieta-saudável-jantar-com-salmão-grelhado,-abacate,-tomate-e-queijo-cottage

Será mesmo importante ter uma rotina alimentar? Faça o teste e vejamos como responde as seguintes questões:

Você sabia que criar uma boa rotina alimentar é importante para manter uma alimentação saudável?

Você faz parte das milhares de pessoas que deixam para decidir o que comer quando a fome aperta?

Se respondeu “não” e “sim”, ALERTA VERMELHO – isso pode ser um problema!

Deixar a escolha para um momento de stresse, seja a correria do dia a dia, o excesso de afazeres e a fome excessiva, por exemplo, faz com que as opções não estejam ao nosso favor. As razões são diversas e podem ser explicadas desde a forma mais complexa – analisando a evolução do homem – à mais simples – raramente teremos alimentos de boa qualidade a nossa volta.

Visto assim pode parecer meio pessimista, mas essas escolhas ruins estão tão enraizadas na nossa rotina que, por muitas vezes, não nos damos conta. Parte desse processo não é consciente, tendo em vista que momentos de stresse fazem com que acessemos alimentos de alto teor calórico e, geralmente, de baixíssimo teor nutritivo – o cérebro inicia os seus mecanismos de sobrevivência e, nesse momento, qualidade é o que menos importa, certo?!

A educação alimentar ganha importância exatamente por interromper esse mecanismo de desespero do nosso organismo. A partir de agora, você já sabe que aquela coxinha super gordurosa ou aquele pacote de batatas fritas podem ser evitados – consciência e educação podem interromper o ciclo vicioso!

Ainda parece confuso? Vejamos um exemplo!

Uma pessoa que acorda muito cedo para ir ao trabalho, provavelmente sentirá fome no meio da manhã. Caso não haja um planejamento, quais serão as possíveis opções de lanche que ela terá acesso? Doces, biscoitos, salgados? Qual será a velocidade de mastigação? Quais serão os nutrientes absorvidos?

E agora, se identificou?

Calma, não precisa entrar em estado de ansiedade por isso.

A nutricionista da nossa equipe – Paula Leite – deixou algumas dicas para você melhorar a sua rotina alimentar:

1) Não saia de casa sem realizar o desjejum; o pequeno almoço é mesmo a refeição mais importante do nosso dia e também a mais ignorada pelas pessoas.
– Sabe aquela história de tomar café da manhã como rei, almoçar como príncipe e jantar como mendigo? Deveríamos tentar realizar mais ou menos isso no nosso dia a dia.

2) Caso seu trabalho tenha infraestrutura (geladeira e micro-ondas, por exemplo) leve marmita! Se não tiver, a solução é adquirir uma bolsa térmica de boa qualidade e levar sua refeição da mesma maneira – confira informações sobre o tempo de armazenamento em temperatura ideal. E se você não tiver tempo? Pode deixar pronta de um dia para o outro na geladeira, não tem problema! Quando preparamos nossa refeição temos um controle maior do que iremos comer.

3) E se você não quiser levar marmita? Nesse caso, quando for ao self-service, não se disperse olhando aquela variedade de opções – foque nos tipos de alimentos que planejou comer e pronto!
– Já reparou que a distribuição do self-service sempre começa com as saladas, isso não é à toa! Pense a respeito!

4) Leve lanches saudáveis de casa para comer ao longo do dia! Se esforce para, ao menos um para comer no meio da manhã e um para comer no meio da tarde.
– As porções e a distribuição irão variar de acordo com o tempo que você permanece fora de casa. Conte com um nutricionista para lhe ajudar nessa organização – somos os melhores profissionais para mostrar que não é impossível ter boas escolhas nos melhores tempos independente da sua rotina.

5) Na hora de montar sua marmita e seus lanches lembre-se de dar prioridade aos alimentos naturais – frutas, legumes, verduras, hortaliças, cereais – ponha de parte os alimentos processados e embalados!

Quer ter uma alimentação saudável? Comece descascando mais e desembalando menos!

www.equilibriostudio.com.br

O bem estar também passa por aqui…

Hábitos saudáveis: saiba como pode influenciar positivamente os tratamentos de fertilidade

5

Category : Blogger Convidado

Screen Shot 2015-05-27 at 11.38.22

Hoje o post no blog do bem estar é de novo especialmente dirigido ao bem estar das mulheres, desta vez em parceria com a  Mater Prime

Os hábitos saudáveis sempre influenciam uma melhor qualidade de vida, mais bem-estar e mais saúde, independe de homem ou mulher e da idade. As atividades físicas, a alimentação saudável, quantidade adequada de sono sempre são fatores positivos, mas no caso das mulheres que tentam engravidar eles são ainda mais essenciais para o sucesso da gravidez e também para um parto saudável.

Muitos casais têm problemas para engravidar e precisam de optar por tratamentos de fertilidade para terem sucesso na gestação. Nesses casos, os hábitos saudáveis podem influenciar assistencialmente na fertilidade, pois são diversos os fatores que podem ser benéficos ou prejudiciais a fertilidade, tanto feminina quanto masculina.

Quando o casal tem dificuldades de engravidar após um ano de tentativas, o indicado é que se procure uma clínica especializada onde serão investigadas as causas da infertilidade. Durante este período, no entanto, é fundamental que o casal mantenha hábitos saudáveis, como:

  • Prática de atividades físicas
  • Alimentação equilibrada
  • Períodos regulares de sono
  • Manter-se afastado de vícios: álcool, cigarro e drogas

Fatores de infertilidade

Alguns hábitos diários influenciam diretamente na qualidade do material genético tanto do homem como da mulher e diversos fatores podem influenciar negativamente na qualidade dos espermatozoides e óvulos. Entre os aspectos negativos que devem ser evitados estão:

  • stress
  • excesso de peso
  • sedentarismo
  • uso permanente de medicamentos

Dessa forma, é importante que antes mesmo de procurar uma clínica e considerar a realização de tratamentos de reprodução assistida, o casal procure ao mesmo tempo as alterações no estilo de vida que vão influenciar positivamente no sucesso da gravidez.

Como inserir novos hábitos no dia a dia?

O suporte do casal um com o outro é fundamental para o sucesso da empreitada. Comecem com o fator sono, pois com a quantidade adequada de sono todas as noites será mais fácil iniciar a prática de desporto e haverá mais disposição para o dia a dia.

A alimentação também será um fator fundamental para regular fatores como peso, stress e nutrientes no organismo, favorecendo ainda a energia, a disposição e o bem-estar. Por fim, comece a praticar desporto regularmente, respeitando os limites do corpo, e com o tempo intensifique a quantidade e a intensidade dos exercícios.

O bem estar pasa mesmo por aqui.

Dia Mundial da Alimentação: garantir a alimentação adequada, ajudar a quem não tem para comer..

5

Category : Saúde

91 Como fazemos habitualmente no nosso blogue procuramos chamar a atenção para tudo o que se relacione com o bem estar e por isso lembramos hoje a importância de repensar a alimentação assim como a falta dela…

O dia 16 de Outubro é precisamente aquele em que se convencionou comemorar o Dia Mundial da Alimentação; esta data foi criada pela Organização das Nações Unidas especificamente pelo organismo responsável pela Agricultura e Alimentação (FAO – Food and Agriculture Organization), no Québec (Canadá), em 1945. Este dia já é reconhecido em mais de 150 países e é considerado importante para informar e consciencializar a população em geral sobre as questões relacionadas com a nutrição e alimentação em todo o mundo, destacando muito a propósito o problema da fome que atinge  muitas zonas do globo. Todos os anos se destaca um tema com o objectivo de definir estratégias para o que pode ser feito a nivel global sobretudo em relação às populações mais vulneráveis.

Há em todo o mundo cerca de 800 milhões de pessoas que vivem em situação de insegurança alimentar e na pobreza extrema. Esta realidade é chocante como é chocante a indiferença de muitos e sobretudo os excessos de tantos, em termos alimentares, em muitos países…
Este tipo de dinâmica visa sobretudo incentivar à produção agrícola em todos os países, estimular a cooperação económica e promover o sentimento de solidariedade nacional e internacional na luta contra a fome e pobreza, convidando cada um nós a ser proactivo nesse sentido. E tantas vezes nos esquecemos daqueles que não têm para comer porque estão longe da vista, como nem prestamos atenção aos excessos que cometemos no dia a dia, consumindo muito mais e de pior qualidade do que seria desejável, incentivados por uma industria alimentar em franco crescimento que convida ao consumo do que é perfeitamente dispensável.

Este é o dia virado para a preocupação de garantir uma alimentação adequada para todos no combate à fome, uma alimentação saúdavel que seja acessível para todos, muito bem, mas este será também o dia para tomar consciência e combater o exagero e os permanentes erros alimentares que se tornaram comuns nos chamados paises ricos. E às vezes, bem sabemos, mesmo mesmo ao lado de quem peca pelo excesso, sem ser preciso ir para a Africa ou Ásia, estão alguns com enormes dificuldades em ter apenas pão para comer…

O bem estar também passa por aqui.