Teresa de Saldanha, o lema e a prática: fazer o Bem, sempre.

Category : Notícias

I14Passaram, no dia 8 deste mês de Janeiro, 100 anos que Madre Teresa de Saldanha partiu da vida terrena onde deixou uma obra, já na época, de grande alcance.  Tivemos o privilégio de acompanhar este fim de semana a extraordinária comemoração em sua homenagem organizada pelas irmãs Dominicanas em Fátima, com uma missa celebrada pelo Senhor Cardeal D. Manuel Clemente na Basílica da Santíssima Trindade, um almoço na Casa das Irmâs Dominicanas e um evento no Centro Pastoral Paulo VI onde, além de vários membros da família Saldanha descendentes do seu irmão e sobrinhos, estiveram alunos da escola de S. José de Benfica e respectivas famílias, assim como representantes de diversas casas da congregação de varios pontos do país, participando igualmente através de gravações em filme, todos os centros espalhados pelo mundo desde Albânia, Angola, Moçambique, Timor, Estados Unidos, Brasil, Paraguai: deveras impressionante! À data da sua morte corria já a fama de santidade de Madre Teresa e até então fundara  27 casas sendo 17 em Portugal, 6 no Brasil, 1 na Bélgica, 2 nos E.U.A. e 1 em Espanha. O seu lema e pratica que tem inspirado tantos, chega ao coração de muitos pelo mundo: fazer o bem, sempre

Actualmente decorre o Processo de Canonização de Madre Teresa de Saldanha: aberto em Portugal a 6 de Novembro de 1999 encerrou a 17 de Novembro de 2001 e foi posteriormente entregue em Roma a 14 de Fevereiro de 2002.

A sua vida foi marcante pela obra que deixou e hoje, passado tanto tempo já, os frutos da sua fé, entrega e perseverança continuam a chegar a tantas pessoas. Numa época em que não era nada comum uma senhora tomar as rédeas de qualquer iniciativa que fosse e nem sequer seria bem vista ao fazê-lo, num tempo em que a própria igreja estava enfraquecida, Teresa de Saldanha foi a primeira mulher fundadora de uma congregação religiosa em Portugal após o regime liberal ter decretado a extinção das ordens religiosas em 1834.

De personalidade forte, determinada, organizada, uma notável capacidade de liderança e de trabalho, culta e piedosa, imprimiu os seus valores em todas as acções que realizou ao longo da vida, movida pela sua grande paixão a Deus e dedicação aos mais desprotegidos tendo-se tornado numa grande figura feminina que se adiantou ao seu tempo.

Proveniente de uma família nobre, Teresa nasceu no dia 4 de Setembro de 1837 no Palácio da Anunciada, na Rua das Portas de Santo Antão em Lisboa. Filha de João Maria do Sacramento de Saldanha Oliveira Juzarte Figueira e Sousa e de Isabel Maria de Sousa Botelho, terceiros condes de Rio Maior, foi baptizada no dia seguinte ao seu nascimento na Capela do Palácio da Anunciada e, em 1848, fez a Primeira Comunhão no altar de Nossa Senhora da Conceição, na Igreja dos Inglesinhos, em Lisboa.

De estado de saúde débil e preocupante Teresa foi acompanhada desde cedo com a permanente presença e dedicação da mãe que teve um papel preponderante na sua orientação ensinando-lhe letras (português, história, francês, inglês e alemão), os princípios da música e da arte colaborando com professores particulares escolhidos por si e  iniciando-a na prática da misericórdia através da Associação de Nossa Srª Consoladora dos Aflitos que fundou em 1849 dedicada ao socorro das famílias que viviam na pobreza.

Em 1855, com dezoito anos, ao pintar o Ecce Homo, Teresa sentiu o primeiro apelo místico e fez voto de castidade e um ano mais tarde redigiu um escrito onde declarou claramente a sua opção de exclusividade a Deus e ao serviço dos pobres.

Dirigiu o Colégio de Stª Marta para Meninas Pobres, apoiado pelas Filhas da Caridade de S. Vicente de Paulo uma comunidade de freiras francesas que se encontravam em Portugal exercendo a sua missão de atender aos pobres e desprotegidos. Em 1859 fundou em Lisboa com algumas amigas e dirigiu durante toda a sua vida a Associação Protectora das Meninas Pobres com Estatutos aprovados pela Santa Sé, a 21 de Abril de 1863, que veio a estar na origem da fundação, daquela que teve depois grande alcance pelo mundo, a Congregação Portuguesa das irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena em 1868.

Dedicou-se assim à educação de crianças pobres, à alfabetização e promoção de raparigas operárias através de aulas externas trabalhando  em grande medida com as irmãs da caridade francesas que, subitamente em 1862, foram expulsas de Portugal, deixando Teresa inconformada com a situação que abria uma grande lacuna assistencial. Teresa já tinha manifestado à sua mãe o desejo de ser religiosa e à sua cunhada, a Marquesa de Rio Maior, a intenção de ingressar nas Irmãs da Ordem Terceira de S. Domingos, em Stone/Inglaterra onde já tinha sido aceite contudo, o pai opusera-se completamente à sua saída para o estrangeiro; ao mesmo tempo ela própria via a necessidade do seu país e o chamamento de Deus em fundar uma congregação que se dedicasse ao serviço dos mais pobres e desfavorecidos da sociedade.

“Cheia de desejos de me consagrar ao serviço de Deus, vendo grandes dificuldades em obter dos meus pais licença para deixar para sempre Portugal; vendo também a necessidade de estabelecer em Portugal uma ordem religiosa ativa, que se ocupasse de pôr em prática todas as obras de misericórdia, comecei a pensar profundamente no ano de 1864, tinha eu 27 anos de idade, como seria possível pôr em prática os meus ardentes desejos, seguindo em tudo e por tudo a Vontade de Deus… Mas Deus que me inspirava estes desejos e que sabia bem o meio de os pôr em prática, olhava sem dúvida para mim com ternura, do alto da Sua grandeza, servindo-se das minhas dúvidas e vendo ser fácil o que a mim me parecia impossível! 

(Notas particulares da M. Teresa de Saldanha)

68040_372960279448757_627999955_nSó em 1887 conseguiu realizar o seu sonho quando tomou o Hábito e iniciou o Noviciado a 18 de Abril com o nome de Irmã Teresa Catarina Rosa Maria do Santíssimo Sacramento. Fez a Profissão Religiosa a 2 de Outubro e foi nomeada a primeira Superiora Geral da congregação a 9 de Novembro, com licença especial de Breve de 21 de Dezembro de 1887 emitida pelo Papa Leão XIII. Estes acontecimentos culminaram com a tomada de posse do cargo de Superiora Geral no dia 15 de Janeiro de 1888 e, mais tarde, em 2 de Outubro de 1892, com a Profissão Perpétua.

Teresa de Saldanha distinguiu-se também na pintura onde aprendeu com os mestres Mr. Leberthais (carvão) e Tomás José da Anunciação (aguarela e óleo), revelando grande talento para pintar paisagens, retrato ou motivos profanos e uma preferência pela iconografia religiosa. Deixou obras de grande qualidade pictórica que foram estudadas por alguns especialistas, como António Quadros numa conferência proferida em 1988, nos 150 anos do seu nascimento, na Fundação Calouste Gulbenkian, intitulada Romantismo e Misticismo na Pintura de Teresa de Saldanha. Destacam-se nas suas obras: dois auto-retrato e vários retratos de família (primeiros carvões, 1851), Ecce Homo (1855-1856), carvões, aguarelas e óleos (1856), Painel do Sagrado Coração de Jesus e S. João Baptista (Goa, 1865), Santa Brígida (Convento das Inglesinhas, 1865), Nossa Senhora e o Menino Jesus (Hospital de S. Luís das Irmãs da Caridade Francesas, 1865), Painel em honra da Beata Maria dos Anjos (1865), as últimas produções pictóricas (1869), a Mater Dolorosa e Santa Rosa de Viterbo.

Deixou também um grande espólio literário de escritos pessoais e de circunstância, nomeadamente notas autobiográficas e das suas memórias, orações, cartas, relatórios e contas. Morreu com fama de santidade numa pequena casa alugada na Rua Gomes Freire, n.º 147, em Lisboa, no dia 8 de Janeiro de 1916 com setenta e oito anos, completamente despojada dos seus bens que lhe tinham sido retirados com a implantação da República. As exéquias foram realizadas na Igreja do Corpo Santo, em Lisboa e o seu corpo foi sepultado no jazigo da congregação no Cemitério de Benfica, na mesma cidade, onde hoje repousa.

A sua memória, que continua viva nos corações tocados pela sua bondade e perseverança, serviu ao longo dos anos de inspiração à realização de diversas comemorações relacionadas com a sua vida e obra e com a congregação que fundou, através da publicação de livros, biografias e artigos, fotografias, conferências, exposições, peregrinações, programas de rádio e televisão, dramatizações.

Fazer o bem, sempre. O bem estar passa por aqui

 

 

 

 

 

 

 

Legados de Humanidade

1

Category : Notícias

Quantas vezes, nos momentos mais difíceis da vida, nos momentos mais dolorosos, quando algum acontecimento nos abala profundamente, relativizamos tudo e subitamente damos o devido valor aquilo que realmente interessa, aquilo que é mesmo importante. Há na vida de qualquer um momentos assim que nos fazem repensar, crescer, vergar…

E o que é realmente mais importante são valores básicos completamente estruturantes, o amor, a vida, a saúde, a partilha, que não se traduzem em números ou em nada de material. O Bem Estar é em cada pessoa um processo único e é tão mais completo quanto maior é a capacidade de dar, amar, sentir, tocar.

Hoje todos ficamos especialmente emocionados com o testemunho de amor de Paulo Portas ao seu irmão Miguel e em todos despertou a consciência dos verdadeiros valores e são esses realmente os que nos inspiram. E Miguel Portas partiu prematuramente deixando a todos sem excepção um enorme e inspirador legado de Humanidade.

O que é que interessa arrastar o que nos divide, falar do que não gostamos, alimentar desentendimentos quando temos dentro de nós o maior potencial em fomentar a amizade e o amor, cultivar o bem, ajudar o próximo. Também por isso destacamos aqui mais um testemunho de amor da Laurinda Alves e Isabel Pinto através da obra Solidariedade entre gerações, um livro da Fundação Gulbenkian no âmbito do Programa do Desenvolvimento Humano que vale pelos projectos e pelas pessoas que se juntam por uma causa de amor; não importa a idade, não importa a geração, importa o amor que une as pessoas.

Estes são verdadeiros legados de Humanidade que nos inspiram. Obrigada.

O Bem Estar também passa por aqui.

 

 

Bendito azeite português!

2

Category : Notícias

Há práticamente um ano fizemos aqui um post intitulado E que tal optar pelo azeite? relembrando precisamente a sua importância e qualidades numa dieta equilibrada; o incentivo à produção e ao consumo tem vindo notóriamente a crescer e em Portugal é mais que evidente.

Se o azeite fazia já parte da cozinha tipicamente portuguesa, a verdade é que o nosso país na primeira década deste século, espante-se! era ainda deficitário em produção, ou seja, era necessário importar azeite estrangeiro para preencher o consumo português. A boa noticia é que o cenário já se alterou e é notório não só na paisagem como nas prateleiras das mercearias, lojas gourmet ou nos supermercados em que a azeitona e o azeite portugês impõe a sua forte presença; de facto quer a área de olival quer a produção nacional de azeite foi amplamente intensificada nas últimas duas décadas e o resultado está à vista de qualquer pessoa. Conheça aqui a dinâmica de um dos produtores de azeite português em Serpa.

A exigência é cada vez maior e o nível de qualidade tem vindo a subir pelo que é fácil encontrar azeites portugueses muito bons e saborosos; os prémios nacionais bem como  internacionais tem distinguido e levado pelo mundo fora os melhores azeites  inclusivamente na China, onde o consumo tambem tem vindo a crescer, notícia de destaque que pode ver aqui;

Ancestral e sagrada poção extraída da azeitona, o azeite persiste como ingrediente  na dieta mediterrãnica e é, nos nossos dias, a gordura mais indicada numa dieta saudável. Bendito azeite português!

O Bem Estar também passa por aqui.

Ao encontro do Bem Estar

5

Category : Notícias

Escrevemos precisamente há um ano no nosso blog um post intitulado A Amortalidade chamando à atenção para o facto de hoje em dia e cada vez mais se viver sem a preocupação da idade ou seja, os estádios da vida mais avançados que convencionalmente se consideravam como a meia idade, a idade da reforma, a idade de ouro, a velhice, etc., são clichés que têm vindo a perder significado. A esperança média de vida tem vindo a aumentar gradualmente embora se saiba que, em princípio, isso não quer dizer que a espécie humana se torne imortal mas está ao alcance de cada um fazer pelo seu bem estar até aos ultimos dias de vida. E isto é tão verdade que constantemente observamos perto de nós ou em noticias que nos chegam nesse sentido.

A semana passada fomos surpreendidos pela boa notícia de que uma ginasta de 86 anos na Alemanha participara numa prova, o Cottbus Challenger Cup, para grande admiração de todos os que presenciavam o evento.

A octogenária Johanna Quaas  começou a fazer ginástica artística já com 30 anos e tem mantido a sua extraordinária forma física; a idade é, ao contrário do que alguns supõem, um incentivo para continuar.

Veja aqui a participação de Johanna neste pequeno filme e a prova  nas barras paralelas.

O Bem Estar é uma escolha; tome as decisões certas.

Spinglo: a rede social do futuro, hoje!

19

Category : Notícias

As redes sociais levaram o uso da internet nos últimos tempos a um expoente nunca antes conhecido e que, na verdade nem se imaginava. Sabemos pelo passado recente que sempre que têm aparecido novas ferramentas altamente inovadoras, leva algum tempo até que todos passem da atitude de desconfiança e da tipica expressão não preciso disso para nada, para o uso absoluto e imprescindivel de qualquer objecto electronico ou serviço de comunicação que é lançado. Depois da resistencia inicial, há um momento mágico em que, como um rastilho, o uso torna-se vulgar.

Foi assim com os telemóveis que em 20 anos passaram dum enorme objecto pesado e caro carregado ridiculamente por poucos, considerados e olhados como seres estranhos, para o uso actual completamente banalizado desde as crianças aos adultos passando pelos seniores; os computadores portateis que ninguem parecia entender que vantagem poderia haver em carregar um computador consigo e hoje é um objecto de trabalho trivial; o uso da internet que começou por facilitar a comunicação de informação essencialmente a nivel profissional, tornou-se hoje transversal a todos os sectores quer na vida profissional quer na vida pessoal. Actualmente passa-se mais tempo em frente a um computador que em frente da televisão por exemplo, e concretamente, quase tudo está acessivel e pode fazer-se a partir de um computador, smarphone ou tablet desde que haja internet.

As redes sociais tiveram claramente um papel preponderante neste processo: os utilizadores do facebook, linkedin, twiter, skype, youtube etc multiplicaram-se em poucos anos  e o uso destas redes de comunicação e difusão de informação massificaram-se!

E com a rapidez com que tudo evolui, inovar parece inevitável e, claro, há sempre quem se chegue à frente com a novidade.

Desde esta semana, também em Portugal e Espanha a inovadora rede social inglesa SPINGLO abarca um novo conceito que se prevê ter grande impacto se tivermos em conta o rápido sucesso ao longo de 2011 nos países do norte da Europa onde tem estado activo e já conta com perto de 3 milhões de usuários que aderiram em tempo record! O SPINGLO que evidentemente já está a dar que falar permite que cada um crie a sua internet personalizada ao detalhe, à medida do seu gosto e das suas necessidades.

Aqui deixamos o convite para que possa ser dos primeiros a aderir ao futuro hoje em http://www.spinglo.com/i/bossportugal

 

 

Cellagon T.GO no Campeonato Nacional de Ténis em Carcavelos

2

Category : Notícias

A Olá Bem Estar esteve presente no Campeonato Nacional de Ténis (Sub 16 e Sub 18)  que decorreu em Agosto no Carcavelos Ténis; os atletas premiados no Campeonato Sub 16, os Campeões Nacionais Joana Vale Costa e Gonçalo Loureiro receberam a garrafa de Cellagon T.GO na presença do Presidente da Câmara Municipal de Cascais e das responsáveis pelo Carcavelos Ténis Clube Paula Freitas e Margarida Sousa.

O Cellagon T.GO é um concentrado de frutas legumes e plantas 100% natural, a bebida que tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos entre os atletas portugueses.

Na Alemanha o Cellagon T.GO é fornecedor dos centros de treino Olímpicos onde já ninguém dispensa esta bebida com resultados comprovados no rendimento dos atletas de competição. Veja aqui vários dos testemunhos de atletas alemães.

A organização deste campeonato, da responsabilidade do Carcavelos Ténis, está de parabéns pela dinâmica e incentivo que sabe muito bem transmitir a todos os atletas desta modalidade.

Lembrem-se que mais rendimento, mais energia, e melhor recuperação é, comprovadamente com Cellagon T.GO!

10º Troféu Quebramar/Chrysler

Category : Notícias

 

Esteve a decorrer em Cascais o 10º  Troféu Quebramar/Chrysler.

Foram umas regatas formidáveis, com imagens magníficas, que decorreram entre os dias 25 e 28 de Agosto na baía de Cascais, com muitos participantes em várias classes. O Cellagon T.GO esteve presente como patrocinador, havendo grande interesse por parte dos participantes e dos acompanhantes.

O vencedor da classe Dragão foi o Drago de José Matoso que para além do prémio Chivas recebeu ainda 3 caixas com as novas saquetas T.GO.

Quem se distinguiu também foi a jovem tripulação inteiramente feminina do Laser SB3 How to put a man down que ficou em 8º lugar entre mais de 20 barcos.

Muitos Parabéns a todos e esperamos revê-los no próximo ano!

Olá Bem-Estar presente no Greenfest 2011

Category : Notícias

A Olá Bem-Estar foi recentemente convidada para estar presente no Greenfest 2011 que irá realizar-se de 28 de Setembro a 2 de Outubro no Centro de Congressos do Estoril e na Fiartil (Feira de Artesanato do Estoril). Para quem não sabe do que se trata, o Greenfest é o maior evento de sustentabilidade do país, celebrando o que de melhor já se faz nas três vertentes: social, ambiental e económica.

É o palco de prestígio, onde se encontram empresas e cidadãos que se preocupam com o futuro. Para as empresas, representa o espaço ideal para divulgarem tendências responsáveis e se estabelecerem parcerias comerciais entre stakeholders, enquanto para os cidadãos oferece experiências únicas de contacto e aprendizagem de uma postura que promove um Mundo melhor.

Principais desafios do Greenfest:

  • Organizar um Festival de referência na área do Desenvolvimento Sustentável que fomente a promoção e sensibilização da população para com as preocupações ambientais;
  • Divulgar iniciativas, produtos e serviços sustentáveis;
  • Promover a partilha de conhecimento de forma inovadora e relevante;
  • Contribuir para uma mudança de atitudes e comportamentos das comunidades.

Isolamento 100% ecológico

3

Category : Notícias

Este revestimento promete! Parabéns aos seus criadores!

Cem por cento ecológico, altamente isolante, económico e, até, capaz de absorver poluição. A nova argamassa Suberlyme foi desenvolvida por dois portugueses, um arquiteto e um engenheiro, e promete revolucionar as técnicas de isolamento usadas na construção civil.

O arquiteto Pedro Correia explicou ao Boas Notícias que a investigação para desenvolver “um revestimento eficiente a nível energético e 100 por cento reciclável na natureza (biodegradável)” arrancou há cerca de cinco anos, em colaboração com o engenheiro Fernando Cartaxo.

“Após várias experiências, surgiu a argamassa Suberlyme, feita à base de cal térrea” e que já está a ser aplicada em algumas construções do país.

As vantagens deste novo revestimento com patente nacional são várias: é extremamente leve, tem uma elevada resistência térmica, boa absorção acústica, alta permeabilidade ao vapor de água, além de ser resistente ao fogo e 100% reciclável. Outra das vantagens é que este revestimento recolhe as emissões de CO2 protegendo o ambiente interior da casa.

Económico e fácil de aplicar

A Suberlyme tem múltiplas aplicações tanto sob a forma de argamassa (isolamentos, revestimentos e enchimentos) como em peças modulares (pré-moldadas), respondendo às exigências do mercado de reabilitação e de construção nova, mobiliário urbano e de interiores e de segurança rodoviária.

O produto facilita também a vida aos empreiteiros, pela fácil aplicação e redução de custos. Para fazer revestimentos com Suberlyme deverá ser aplicada, inicialmente, sobre a superfície a revestir, uma camada de 5mm, segue-se a aplicação da cortiça e, no fim, uma segunda camada de 5mm de Suberlyme.

Além disso, a Suberlyme tem uma duração quase infinita, já que “a cortiça mantém as mesmas características iniciais” após várias décadas.

Eficiência energética

Pedro Correia, adiantou ao Boas Notícias que até ao momento “não existia no mercado nenhum revestimento reciclável que ao mesmo tempo fosse eficiente em termos energéticos”, meta cumprida pelo Suberlyme cuja produção requer metade da energia que é necessária para a produção de cimento e outros revestimentos.

No Congresso LiderA – que se realizou a semana passada no Instituto Superior Técnico e onde o Suberlyme foi oficialmente apresentado – o arquiteto salientou que em Portugal se continua a “desperdiçar grandes quantidades de energia porque os edifícios são mal construídos”.

Em termos globais, os edifícios gastam 40 por cento da energia do mundo e são responsáveis por 30 por cento das emissões de CO2, pelo que Pedro Correia salienta a necessidade de, “no futuro, todos os materiais serem assim”.

In Jornal das Boas Notícias

Apoie quem mais precisa

3

Category : Notícias

A Associação de Apoio no Domicílio ao Recém-Nascido procura voluntários para o Hospital Dona Estefânia, em Lisboa. Mais do que nunca, está é a altura de pensarmos e ajudarmos quem mais precisa. Por eles… e por nós.

Conheça melhor esta associação extraordinária:

Quem somos: Somos uma Associação que em parceria com a área de Apoio Social, agiliza competências de forma a potenciar o bem-estar das famílias menos protegidas

A nossa missão: Capacitar individualmente cada Família, de uma forma individual, para que a criança possa crescer com dignidade

A nossa visão: Sonhamos que todas as crianças nasçam e cresçam iguais, com os mesmos direitos de Nutrição, Saúde, e Educação

Os nossos valores:

  • Amor – Construir com cada Criança e Mãe um vínculo emocional forte, baseado na relação de afectividade, alegria e confiança. “…é um prémio sem mérito” Milan Kundera
  • Cumplicidade – Desenvolver o conceito de família entre os membros de cada agregado familiar, sublinhando a importância de “algo” que deve ser preservado, contribuindo para o sentido de pertença a cada família em particular. “A família é o verdadeiro elemento social.” Honoré de Balzac
  • Dignidade – Incutir em cada Pessoa a consciência do valor que têm enquanto Seres Humanos, contribuindo para a maior respeitabilidade entre os Homens. “ À criança é reconhecida dignidade pelo simples facto de ser um Ser Humano…” Laborinho Lúcio
  • Estabilidade – Apoiar a Família no seu dia-a-dia de forma a contribuir para o equilíbrio emocional aumentando a confiança entre os seus membros. “A estabilidade é uma busca constante. Deve iniciar-se uma nova procura no exacto momento em que se encontra…” Autor desconhecido

Os nossos objectivos:

  • Autonomizar a Família, identificando situações de risco social, situações económicas carenciadas, minorias étnicas e população estrangeira residente com legalização em curso
  • Autonomizar a Família dando resposta atempada às necessidades básicas das mulheres grávidas e do bebé recém-nascido durante o seu período de internamento hospitalar e posteriormente no domicílio.