A vida, podemos escrevê-la direito mesmo que por linhas tortas: vale sempre a pena!

Categoria : Gratidão

mae-segurando-a-mao-do-bebe-15845

A vida, estaremos todos de acordo, é uma enorme benção que cada um recebe sem pedir, uma Graça pela qual só podemos agradecer e, sabendo à partida que por aqui vivemos no mundo terreno num período limitado de tempo, temos mais é de fazer o melhor possível, cada um por si mas também pelos outros.

Sim, claro, nem tudo são rosas mas nem tudo são espinhos também! É mesmo assim, num balanço em que cada um tem uma grande responsabilidade no caminho que vai trilhando, na forma como vai desenhando a sua vida. Há estudos científicos que comprovam como diversos factores, sejam genéticos ou simplesmente exteriores a si,  são determinantes na forma como se desenrola a vida; certo é que cerca de 40‰ do que se passa na sua vida, bastante portanto, é da sua inteira responsabilidade! E como não agradecer a vida que nos é oferecida de bandeja e fazer dela algo de positivo!? Ou mesmo ajudar outros a potenciar a vida deles!? E quantas vezes se escreve torto para sair direito?!

Esta reflexão leva-nos naturalmente também ao polémico tema da interrupção voluntária de gravidez, e longe de querer fazer qualquer julgamento, apenas posso perguntar, como é possível equacionar uma vida já gerada no ventre de uma mulher em pressupostos materiais ou circunstanciais?! Eu sei há casos especiais, casos pontuais, mas generalizar assim? Pelo contrário há que incentivar os nascimentos, ajudar a criar as melhores circunstâncias, acarinhar quem traz dentro de si uma nova vida. A defesa da vida vai muito além do salvar bébés, muitas das vezes trata-se de salvar mães!

Em Washighton, desde há 40 anos quando se legalizou o aborto, que se organiza anualmente a marcha pela vida, tal como aconteceu mais uma vez a semana passada; com a persistência que une quem realmente acredita, desde há quatro décadas a adesão tem vindo a crescer e a diversificar. Aqui se reúnem centenas de milhares de pessoas que sustentam a importância e o valor da vida sob o slogan  Life Counts!  Cardeal Sean O’Malley, secretário-geral do comité pró-vida da Conferência Episcopal dos Estados Unidos, tem sido uma boa inspiração cuja mensagem vale a pena ouvir aqui

Veja mais sobre a marcha da vida em  March for Life

O bem estar passa inevitavelmente por aqui.