Comunicar melhor é importante; saiba como pode fazer a diferença no bem estar de todos!

Category : Nós aconselhamos

comunicar A importância da boa comunicação, damo-nos conta tantas vezes, pode fazer a diferença em inumeras situações com que nos deparamos. Pode ser a diferença entre haver uma discussão ou não, entender uma matéria ou não, saber passar uma mensagem ou não, a capacidade de liderança ou não etc. Cada vez mais é importante reconhecer e ter consciência do poder da comunicação

Claro que dá muito gosto ouvir a quem melhor sabe comunicar, aqueles para quem transmitir uma ideia, deixar uma mensagem, ensinar uma matéria é simples e facilmente compreensivel para quem escuta. Há quem tenha esse talento já de si, o dom da comunicação, a capacidade de com toda a naturalidade e à vontade comunicar com os outros. Mas nem todos tem essa facilidade e a maioria gravou na memória a aflição da experiencia de comunicar perante um publico fosse ele pequeno ou grande…

Poderiamos pensar que então comunicar bem é apenas para aqueles que tem o dom inacto e agem pelo seu talento mas isso não é de todo verdade.

monkeyscomunicamAntes de mais tudo se torna mais simples quando o hábito começa desde a mais tenra idade; aprender a comunicar é uma prática comum nas escolas Anglo-Saxónicas em que os alunos desde pequenos  se habituam às competencias de comunicar oralmente ideias, trabalhos, projectos perante um público que vai desde o ambiente familiar, à sala de aula, a pequenos auditorios. Tudo se conjuga para que seja uma experiencia positiva e isso é desde logo uma grande vantagem.

Depois, há que entender e acreditar que este tipo de competências todos nós, ainda que não tenhamos esse hábito desde pequenos, as podemos adquirir, aprender e treinar com aqueles que têm mais facilidade e prática em comuunicação; por vezes trata-se até de descobrir em si mesmo os seus skills as suas capacidades através de um facilitador.

Veja o que diz Laurinda Alves sobre o poder da comunicação neste século; comunicar melhor é essencial e aprender mais sobre comunicação é possivel. A Laurinda Alves organiza cursos de comunicação cuja agenda pode consultar na sua pagina do facebook

Nestes cursos pode aprender com quem sabe, a conhecer pequenos truques e algumas dicas para que possa saber mais sobre a capacidade de comunicar, de contagiar, de provocar, de tomar a iniciativa;  é simultaneamente conhecer e dar-se a conhecer falando claro, usando palavras simples.

O bem estar passa mesmo por aqui

Bem estar e bem ser português: celebremos e repliquemos a portugalidade hoje e sempre.

1

Category : Portugal

Luís_de_Camões_por_François_Gérard

Esta semana comemoramos Portugal com duas figuras marcantes da nossa história em vertentes diferentes, é certo, mas basilares daquilo que somos já vai para mais de 900 anos: Luis de Camões a 10 de Junho, Santo António a 13 de Junho.

Hoje 10 de Junho, dia de Portugal, de Camões e das comunidades portuguesas comemoramos a figura que melhor simboliza o génio português não só nas letras com todo o seu esplendor na obra classica Os Lusíadas, mas na diáspora tão presente no perfil pátrio. Como bem dizia o Padre António Vieira Nascer pequeno e morrer grande, é chegar a ser homem. Por isso nos deu Deus tão pouca terra para o nascimento, e tantas para a sepultura. Para nascer, pouca terra; para morrer toda a terra. Para nascer, Portugal: para morrer, o mundo (Padre António Vieira, Sermão de Santo António, Sermões, VII, p.64.). Que maior verdade continua a ser hoje e sempre!

Na próxima sexta feira 13 de Junho Santo António, orador eximio, pregador, evangelizador, uma vida curta e tão cheia de dádiva, de amor, de entrega levando a verdade de Cristo a tantos com quem cruzou.

SantoAntonioCINQvNão se trata simplesmente de festejar figuras e feitos do passado, relembrar exemplos e glórias que se perderam no tempo bla bla bla. Não. É muito mais do que isso. É o quanto nos inspiram com orgulho a continuar, a fazer bem feito, a ser exemplo, a exaltar e sobretudo replicar, sem perder tempo na maledicencia, nem naquilo que se faz mal feito.

Os bons exemplos seja no que for, serão sempre os que nos inspiram. Os bons exemplos portugueses mais ainda.

O bem estar passa mesmo por aqui.

Pequenas histórias, grandes lições…

Category : Bem-estar

4323675764_8336899741 Muitas vezes na vida as pequenas coisas que nos parecem insignificantes vem a revelar-se da maior importância. Esteja atento aos sinais e não despreze nunca aquilo que parece desinteressante. Hoje partilhamos aqui pequenas histórias com grandes lições:

1 – A pergunta mais importante.

Quando estava no secundário, uma das nossas professoras resolveu fazer um teste tipo quiz; eu era uma aluna consciente, cumpridora, percorri as perguntas de um lance até que me deparei com a última e que me pareceu estranha: Qual o nome da senhora da limpeza do pavilhão C? Achámos que seria ou uma graça ou uma rasteira; todos nós a víamos de vez em quando no nosso pavilhão, era alta, forte, de cabelo escuro, nos seus cinquentas, mas como saberíamos nós qual era o seu nome?! Entreguei o quiz com a última resposta em branco.

Antes de todos entregarem, um dos meus colegas resolveu perguntar se a última pergunta contava para a avaliação do teste… Claro! respondeu a stora.  Na vossa vida e nas vossas carreiras profissionais irão conhecer muitas pessoas. Todas são importantes e merecem a vossa atenção, mesmo se a única coisa que fazem quando se cruzam é um sorriso ou um simples “bom dia”.

Nunca mais esqueci esta lição. Fiquei a saber também que o nome da senhora era Alice…

2 – O obstáculo no caminho.

Nos tempos antigos houve um rei que resolveu colocar uma grande pedra no meio da estrada e esconder-se para ver se alguém conseguia remove-la. Alguns dos seus subditos mais ricos que por ali passaram, simplesmente contornaram-na; muitos protestaram e insultavam o rei porque não garantia aos seus subditos a boa preservação dos caminhos que todos usavam, mas na verdade ninguém fez nada para remover aquela pedra da estrada.

Às tantas um camponês que carregava uma quantidade de legumes passou por ali e ao aproximar-se da pedra resolveu tentar remove-la da estrada. Depois de muito empurrar com grande esforço, conseguiu. Quando voltou a pegar na carga de legumes que transportava reparou que havia uma bolsa no chão exatamente onde estava antes a pedra; na bolsa estavam moedas de ouro e uma nota que indicava que quem removesse a pedra da estrada ficaria com as moedas.

Cada obstáculo é mesmo, e afinal de contas, uma oportunidade!

3 – Lembre-se sempre daqueles que servem.

Noutros tempos, quando um gelado custava muito menos do que agora, um rapaz de 10 anos entrou numa geladaria e sentou-se a uma das mesas. A empregada pôs um copo de água na mesa e esperou que o rapaz pedisse.

Quanto custa um cone de 3 bolas? perguntou. 20 escudos respondeu a empregada. O rapaz pôs a mão no bolso para contar as moedas que tinha.

E um copo com 2 bolas? perguntou de novo. Entretanto algumas pessoas esperavam mesa e a empregada mostrava alguma impaciencia.  15 escudos! replicou ela. Mais uma vez ele contou o dinheiro que tinha no bolso e pediu: então eu quero o copo com 2 bolas baunilha e chocolate se faz favor.

A empregada trouxe o gelado, pos a conta em cima da mesa e virou as costas. Quando o rapaz acabou, passou na caixa, pagou e foi-se embora. A empregada voltou então à mesa para limpar e, com algum embaraço, engoliu em seco; ao lado do copo vazio estavam 5 escudos que o rapaz tinha deixado de gorjeta…

Nesta vida, trabalhe como se não precisasse do dinheiro, Ame como se nunca o tivessem magoado, Dance como se ninguém o estivesse a ver.

O bem estar passa mesmo por aqui.