Paradignamizar com os Programas Olá Bem-Estar Corporate

2

Category : Paradignamização

Paradignamize a sua empresa…

Paradignamização em campanha: dê tempo ao que é importante!

Category : Saúde

Temos vindo a chamar a atenção no Blog do Bem Estar para a tomada de consciência de um novo paradigma e da importância dos bons hábitos diários que podem mudar drasticamente a qualidade de vida de cada um. Usamos mesmo uma nova palavra para definir a dinamização do novo paradigma de forma sustentável com bem-estar,  a Paradignamização.

Ora, um dos aspectos essenciais do novo paradigma é precisamente ter tempo para o que é de facto importante: estar em família, respeitar o tempo de uma refeição equilibrada, partilhar experiências positivas com outros, fazer exercício físico.

Todos sabemos que passamos pela vida terrena um tempo limitado que, está provado cientificamente, pode ir hoje em dia até cerca de uma centena de anos… a qualidade de vida, se por um lado depende dos genes que comparando com os automóveis tem uma resistencia diferente conforme a qualidade Fiat ou Rolls, claro, é certo que também depende em grande medida da forma como tratamos de nós próprios. Pois é!

Acredite, uma alimentação cuidada como regra  e deixar que os deslizes sejam a excepção, ou fazer exercício fisico diáriamente e deixar que os dias em que não faz sejam a excepção, ter uma boa atitude e relação com os outros por regra e deixar que os maus momentos sejam a excepção, a longo prazo tem resultados muito simpáticos! E o objectivo não é propriamente chegar o mais longe possivel na idade porque, na verdade, a probabilidade de chegar aos 90 ou 100 é mesmo muito alta, mas sim querer chegar com o máximo de qualidade possível e, claro, fazer por isso.

Boa Paradignamização!

Ácidos gordos essenciais ómega 3 e ómega 6

Category : nutrição

Ouvimos falar tantas vezes em ómega 3 e em ómega 6 que já estamos habituados a eles, mas será que sabemos realmente o que são e para que servem?

Tanto os ácidos gordos ómega 3, como os ómega 6, são importantes componentes das membranas celulares, constituindo em simultâneo precursores para variadas substâncias do nosso organismo, tais como as envolvidas na manutenção da pressão arterial e na resposta inflamatória.

Tem havido cada vez mais evidências que suportam a teoria de que os ácidos gordos ómega 3 apresentam um papel protector contra doenças cardíacas fatais, sendo também sabido que apresentam efeitos anti-inflamatórios, o que pode ser importante tanto nesta como noutras doenças. Simultaneamente tem existido um crescente interesse no papel dos ácidos gordos ómega 3 na prevenção da diabetes e de determinados tipos de cancro.

Porque é que se diz que são essenciais?

O organismo humano é capaz de produzir todos os ácidos gordos de que necessita, com a excepção de dois: o ácido linoleico, LA, (um ácido gordo ómega 6) e o ácido alfa-linolénico, ALA, (um ácido gordo ómega 3). Estes devem ser consumidos a partir da alimentação e são por este motivo denominados como “ácidos gordos essenciais”.

Ambos os ácidos gordos são fundamentais para o crescimento e reparação do organismo, podendo ser também utilizados para a produção de outros ácidos gordos (por ex. ácido araquidónico (AA) é obtido através do LA). Contudo, uma vez que a conversão dos ácidos gordos ómega 3, do ácido eicosapentenóico (EPA) e do ácido docosahexanóico (DHA) é limitada, recomenda-se que fontes destes sejam também incluídas na dieta.

Os ALA e LA podem ser encontrados nos óleos de vegetais e de sementes. Apesar dos níveis de LA serem normalmente muito mais elevados do que os de ALA, os óleos de colza e noz são boas fontes destes últimos.

Os melhores alimentos ricos em  ómega 3 e ómega 6

As melhores fontes de ómega 3 são os peixes, algumas espécies possuem maior quantidade.

Ómega 3 Ómega 6
Cavala Abacate
Arenque Cereais
Sardinha Nozes
Salmão Ovos
Atum Lulas
Bacalhau Maioria dos óleos vegetais

 

Outras importantes fontes de ómega 3 e ómega 6:

  • Semente de linhaça
  • Castanhas e nozes
  • Óleos vegetais (azeite, óleo de soja, canola)
  • Vegetais de folhas verdes escuro.

Quanto consumir?

Recomenda-se a ingestão de pelo menos 2 porções de peixe por semana, mas se for possível incluir outras fontes de ómega 3 e ómega 6 maiores serão os benefícios.

O que evitar?

Os peixes devem ser assados, cozidos ou grelhados. Não se deve fritá-los, pois este processo destrói o ómega 3.

Apesar de os benefícios do ómega 3 serem comprovados cientificamente, o seu consumo numa dosagem muito além daquela encontrada nos peixes preocupa os pesquisadores, pois ainda não se sabe que efeitos essas altas doses podem ter no organismo a longo prazo. Actualmente, é largamente comercializado sob a forma concentrada em cápsulas, algo que ainda não foi avaliado pela ciência.

Os sumos Cellagon são ricos em óleos gordos essenciais ómega 3 e ómega 6

Fontes:

http://www.eufic.org/article/pt/nutricao/conhecer-os-alimentos/artid/importancia-dos-acido-gordos-omega-3-e-omega-6/

www.wikipedia.com

http://www.bancodesaude.com.br/dieta/os-beneficios-omega-3

As sardinhas e o bem-estar

Category : Bem-estar

Os Santos Populares estão a chegar ao fim, mas não é razão para que as sardinhadas não continuem.

É o que vamos fazer amanhã à noite… uma sardinhada com amigos e muito bem-estar!

Bom fim-de-semana!

O Principezinho e o Novo Paradigma

6

Category : Paradignamização

Estamos em tempo de mudança, é evidente. Temos de fazer de modo diferente, agir a partir de parâmetros distintos para que os resultados a todos os níveis sejam de facto, melhores. E isso passa pela mudança de atitude nas mais diversas vertentes, porque melhor é possível.

Muitas pessoas, cada vez mais pessoas, estão conscientes de que há um novo paradigma a espalhar por todos os que ainda não o conhecem e ao qual todos podem e devem aderir. Basta querer mudar de atitude.

Pode começar pela simplicidade nos actos, pelo que é verdadeiramente genuino, pelo que é realmente importante.

O Principezinho é um livro de referência a reler cuja mensagem é inspiradora e jamais deixa alguem indiferente.

É uma mensagem de Amor carregada de valores éticos possiveis de aplicar pelo mais comum dos mortais e com resultados extraordinários; conseguir entender quão mais importantes são os valores em deterimento do materialismo comprovadamente tão efémero, a importãncia em  criar laços, de pormos amor em todos os actos mesmo quando existem espinhos…

Só com o coração conseguimos ver com clareza; o essencial é invisivel para os olhos. Aplique-se e Paradignamize!

Miguel Arrobas nada para a história

4

Category : Portugueses Excepcionais

Miguel Arrobas, nadador de águas abertas do Team chaYmit patrocinado pela Olá Bem-Estar e fã incondicional do Cellagon T.GO, está em Nova Iorque onde se prepara para ser o primeiro português a tentar circundar a ilha de Manhattan a nado. A prova, que decorre todos os anos, junta 36 atletas que tentarão completar o percurso de 52 quilómetros.

Esta é uma prova muito cobiçada entre os nadadores de águas abertas, como fica claro pelos critérios de participação: “Exigem um vasto currículo de águas abertas, que tenhamos feito uma prova de mais de seis horas em água fria nos últimos seis anos, ou então que se tenha nadado o Canal da Mancha ou o Estreito de Catalina”, explica Arrobas, que é o recordista português da travessia do Canal da Mancha.

A primeira vez que alguém nadou este à volta da ilha de Manhattan  foi em 1915. Desde essa altura têm-se organizado provas regulares, sobretudo solitárias mas, nos últimos 20 anos, em competição. Em todo esse tempo, contudo, nunca houve um português a participar.

Para seguir em directo a prova que começa amanhã, dia 18 de Junho às 14h30 hora portuguesa, basta clicar aqui (apenas nove nadadores têm o privilégio de serem acompanhados live).

Os benefícios do cogumelo Shiitake

7

Category : nutrição

O cogumelo Shiitake é uma variedade de cogumelos comestíveis proveniente da Ásia e especialmente conhecido pelas suas capacidades curativas. O cogumelo Shiitake é castanho e carnudo com uma campânula curva que pode ter entre 5 e 25 cm de diâmetro.

O cogumelo Shiitake é conhecido e cultivado na Ásia há mais de 1.000 anos – há registos da sua cultura desde o ano 1000 dC e actualmente é a terceira variedade mais cultivada no mundo.

O cogumelo Shiitake tem sido usado como um símbolo de longevidade nos países asiáticos gráças aos seus benefícios para a saúde.

Os nutrientes do cogumelo Shiitake

Os cogumelos Shiitake são uma excelente fonte de selénio, de ferro, de proteínas, fibras dietéticas e vitamina C.

 

VALORES NUTRICIONAIS
Cogumelos,
Shiitake, crus
Valores Nutricionais
por 100 g
Energia 34 kcal (141 kJ)
Hidratos de carbono 6.79 g
Fibras dietéticas 2.5 g
Gordura 0.49 g
Proteínas 2.24 g
Tiamina (Vit. B1) 0.015 mg
Riboflavonóides (Vit. B2) 0.217 mg
Niacina (Vit. B3) 3.877 mg
Ácido Pantoténico (B5) 1.500 mg
Vitamina B6 0.293 mg
Vitamina D 20 IU
Cálcio 2 mg
Ferro 0.41 mg
Magnésio 20 mg
Fósforo 112 mg
Potássio 304 mg
Sódio 9 mg
Zinco 1.03 mg
Manganésio 0.230 mg

 

O cogumelo Shiitake e a redução do colestrol

Um estudo na Suécia realça significativamente os benefícios para a saúde dos cogumelos Shiitake, em particular a sua capacidade de reduzir os níveis de colesterol no sangue. A substância responsável por esta redução é a eritadenina.

O cogumelo Shiitake e a pressão arterial

Uma pressão arterial elevada significa que o coração tem que fazer um esforço maior, o que pode levar a situações de AVC, por exemplo. Estudos preliminares sugerem que o consumo regular de cogumelos Shiitake pode impedir o aumento da pressão arterial.

Extracto de cogumelo Shiitake para a prevenção do cancro

O cogumelo Shiitake contem uma substância activa chamada Lentinula (lentinan) que não só ajuda no reforço do sistema imunitário como também promove a actividade anti-cancerígena. Numerosos estudos realçaram as capacidades anti-cancerígenas exibidas pela Lentinula (lentinan) extraída dos cogumelos Shiitake. Os vários estudos realizados em Kobe, Nagoya e Tokyo mostraram diversos efeitos que vão desde a redução e abrandamento do crescimento, até à regressão e mesmo um aumento da actividade no combate à proliferação do tumor. Cada um dos estudos citou a Lentinula (lentinan) – uma forma de beta-glucano – como a chave para isso, dado que pode estimular o sistema imunitário e portanto ajudar a activar determinadas células e proteínas que atacam o cancro. O seu uso está muito ligado à ajuda  contra o cancro gástrico.

O cogumelo Shiitake e a prevenção da trombose

Foi demonstrado que há uma redução significativa das tromboses – formação de coágulos de sangue que impedem a circulação sanguínea – por indivíduos que consomem regularmente óleo de cogumelo Shiitake. O Departamento de Agricultura e Química Biológica da Universidade de Nihon, no Japão, demonstrou que o nível de lantionina (lenthionine) encontrado nos cogumelos Shiitake inibe a agregação de plaquetas.

O cogumelo Shiitake e as reacções adversas

Quando se consomem em grande quantidade, os cogumelos Shiitake podem provocar diarreia e inchaço abdominal.

Algumas reacções alérgicas também foram observadas, nomeadamente erupções cutâneas.

Também se deve tomar em consideração que dado todas as variedades de cogumelos serem uma fonte importante de purinas, que se podem transformar em ácido úrico, não são recomendados para quem sofre de gota nem de pedras nos rins.

O cogumelo Shiitake é um dos ingredientes do sumos Cellagon aurum, Cellagon felice e Cellagon T.GO

Referências:

1. The Encyclopedia of Healing Foods by Michael Murray, Joseph Pizzorno, and Lara Pizzorno.
2. Benders’ Dictionary of Nutrition and Food Technology.
3. USDA National Nutrient Database for Standard Reference
4. Fukushima M, Ohashi T, Fujiwara Y, Sonoyama K, Nakano M. Cholesterol-lowering effects of maitake (Grifola frondosa) fiber, shiitake (Lentinus edodes) fiber, and enokitake (Flammulina velutipes) fiber in rats. Exp Biol Med (Maywood). 2001 Sep;226(8):758-65. PMID: 11520942.
5. Enman J, Rova U, Berglund KA. Quantification of the bioactive compound eritadenine in selected strains of shiitake mushroom (Lentinus edodes). J Agric Food Chem. 2007 Feb 21;55(4):1177-80. Epub 2007 Jan 27. PMID: 17256958.
6. Shimada S, Komamura K, Kumagai H, Sakurai H. Inhibitory activity of shiitake flavor against platelet aggregation. Biofactors. 2004;22(1-4):177-9. PMID: 15630278.
7. Hokama Y, Hokama JL. In vitro inhibition of platelet aggregation with low dalton compounds from aqueous dialysates of edible fungi. Res Commun Chem Pathol Pharmacol. 1981 Jan;31(1):177-80. PMID: 7196068.
8. Kabir Y, Yamaguchi M, Kimura S. Effect of shiitake (Lentinus edodes) and maitake (Grifola frondosa) mushrooms on blood pressure and plasma lipids of spontaneously hypertensive rats. J Nutr Sci Vitaminol (Tokyo). 1987 Oct;33(5):341-6. PMID: 3443885.
9. Okamoto T, Kodoi R, Nonaka Y, Fukuda I, Hashimoto T, Kanazawa K, Mizuno M, Ashida H. Lentinan from shiitake mushroom (Lentinus edodes) suppresses expression of cytochrome P450 1A subfamily in the mouse liver. Biofactors. 2004;21(1-4):407-9. PMID: 15630237.
10. Zákány J, Chihara G, Fachet J. Effect of lentinan on tumor growth in murine allogeneic and syngeneic hosts. Int J Cancer. 1980 Mar 15;25(3):371-6. PMID: 7390659.
11. Suga T, Shiio T, Maeda YY, Chihara G. Antitumor activity of lentinan in murine syngeneic and autochthonous hosts and its suppressive effect on 3-methylcholanthrene-induced carcinogenesis. Cancer Res. 1984 Nov;44(11):5132-7. PMID: 6488173.
12. Ogawa K, Watanabe T, Katsube T, Miura K, Hirai M, Wakasugi S, Yagawa H, Kajiwara T, Suga T, Hamuro J. Study on intratumor administration of lentinan–primary changes in cancerous tissues. Gan To Kagaku Ryoho. 1994 Sep;21(13):2101-4. PMID: 7944412.
13. Inagaki T, Morise K, Matsunaga H. Effects of endoscopic intratumoral injection of lentinan in patients with gastric cancer. Gan To Kagaku Ryoho. 1988 Feb;15(2):319-24. PMID: 3257678.

O doce mel um produto paradignamizante

4

Category : Saúde

Estamos em plena época de mudança e aqui apregoamos a urgência em     mudar hábitos, alterar regras porque para melhorar a nossa vida e a deste planeta temos de abraçar o novo paradigma, e nós proprios sermos paradignamizadores.

Uma das vertententes da paradignamização é justamente voltarmos a uma alimentação mais cuidada baseada em produtos naturais, preferêncialmente de produção local e da época. Claro que esta iniciativa tem de partir de cada um e, acreditem, é altamente paradignamizadora porque somos todos nós que determinamos as regras do mercado! Se todos procuramos este tipo de produtos o mercado disponibiliza-os com facilidade: a procura determina a oferta, certo?

Ora, o mel é apenas um desses produtos fantásticos que pode e deve fazer parte da nossa alimentação paradignamizante: quem não adora uma paradignamizadora colherada de mel?! E uma bela torrada com um fio do saboroso azeite português e regada com o nosso mel?! Paradignamizantemente agradável!! Mais ainda o mel, além de extremamente saboroso, tem qualidades medicinais consideráveis e quando misturado com canela por exemplo, o seu uso é eficiente na cura da artrite, redução do nível de colestrol, reforço do sistema imunitário, alivio em picadas de insectos etc.; extremamente paradignamizador, portanto.

E Portugal é grande produtor de Mel desde sempre; que fantástico conjunto de vantagens paradignamizadoras!

Os sacos de plástico e a paradignamização

6

Category : Opinião

Estive a ler uma revista de informação, destas que saem todas as semanas e deparei-me com um comentário extraordinário.

Há um senhor, que foi júri num programa de grande audiência, que diz “odeio as meninas dos supermercados que não põem as compras nos sacos de plástico”.

É extraordinário, não é?

Quando vou ao supermercado ou às compras faço questão de levar os meus próprios sacos ou de dizer que não quero saco de plástico, ou outro qualquer. É uma das minhas contribuições para o ambiente. Os sacos de plásticos são objectos úteis sem dúvida, mas de outros tempos, de outro século, do antigo paradigma.

No novo paradigma, estamos noutra completamente. As regras mudaram. Temos de voltar ao que é verdadeiramente importante e pensar que temos de contribuir para o ambiente e uma das formas mais simples e mais básicas de o fazer pode começar por deixar de usar sacos de plástico.

Há alguns supermercados que já cobram pelos sacos. Parece-me muito bem. Deveriam cobrar ainda mais para que as pessoas os usassem apenas quando fosse absolutamente indispensável.

O caminho da paradignamização* está lançado e nada o pode parar.

Quero, portanto, agradecer ao senhor que “odeia as meninas dos supermercados que não põem as coisas nos sacos de plástico” por chamar a atenção para uma causa super importante e que é geralmente subestimada.

*A paradignamização é a dinamização do novo paradigma de forma sustentável, onde paradignamizar, paradignamizante, paradignamizável são uma constante.

Tem a certeza que se alimenta de forma saudável?

Category : nutrição

O Blog do Bem-Estar deseja-lhe um excelente fim-de-semana “comprido”. Porém, antes de entrar nestas “mini-férias”, gostaríamos que visse este filme e começasse já hoje a pensar no seu bem-estar: