A geleia real é excelente para o anti-aging

Category : nutrição

Sabe o que é a geleia real?

É um alimento com propriedade notáveis produzido pelas jovens abelhas obreiras para alimentar a sua rainha, sendo a grande responsável pela sua diferenciação face às restantes abelhas. As abelhas rainhas, que se alimentam com geleia real, têm o dobro do tamanho e o triplo do peso quando comparadas com as abelhas comuns.

Estudos in vitro realizados no, Japão em 2007, apontam para novos potenciais efeitos da geleia real na prevenção do cancro da mama, da resistência à insulina (diabetes) e da osteoporose.

Princípios activos

A geleia real tem um elevado conteúdo nutricional. É rica em proteínas, vitaminas, enzimas, minerais, aminoácidos e oligoelementos. É o melhor reconstituinte do funcionamento orgânico existente na Natureza. O ácido pantoténico – vitamina B5 – é considerado um “factor de longevidade”. A geleia real é o produto mais rico em ácido pantoténico existente na Terra.

Propriedades

  • Utilizada classicamente em Naturopatia como regenerador e tónico energético em casos de astenia, anemia, falta de apetite, anorexia e depressão
  • É também muito utilizada pelos estudantes para aumentar as capacidades cognitivas, potenciada pela combinação com ginkgo biloba, eleuterococo, ginseng e bacopa monieri
  • Estudos recentes descobriram outras acções importantes: anti-tumoral (pode ser administrada em pacientes a fazerem quimio ou radioterapia), anti-inflamatória, antioxidante e hipocolesterolimiante
  • Também reduz os sintomas da menopausa e reforça o sistema imunitário, prevenindo o aparecimento de gripes.

Para continuar a ler este artigo, clique aqui.

In Sapo-Saúde, com a responsabilidade editorial e científica desta informação da revista Prevenir

Sucesso é…

Category : Acreditar, Autoconfiança, Personalidade

Sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo
Winston Churchill

Reiki, uma resposta credível.

Category : Saúde

Foi anunciada na imprensa uma notícia importante para a saúde pública. Uma boa notícia!

Investigação demonstrou benefícios do reiki em doentes oncológicos

Tem potencial para revolucionar a forma como as medicinas alternativas, algumas com tradições milenares, são encaradas.

Estamos no bom caminho.

Clique aqui para ler a notícia.

Portugal actual

Category : Portugal

A sazonalidade do corpo

Category : Blogger Convidado

By MAC, A vida em Azul Cueca

Agora até ao Verão, é um pulinho e com ele, as férias mais desejadas do ano. Passeios na praia, banhos de mar, bronzes, petiscos ao final do dia, noites na esplanada sem pensar em mais nada, mas com o Verão vêm também os biquínis e há que estar em forma.

Só que a forma não se consegue com entradas lá para a Primavera nos ginásios, tem que ser um trabalho/prazer contínuo. Obviamente que esta população que todas as Primaveras surge nos ginásios, volta a desaparecer em Outubro e é a mesma que faz as dietas expresso e toma um sem número de drogas para emagrecer. A única razão que os move é a procura da solução rápida de estar bem na praia dentro daquele fato de banho, que ainda não percebeu que a Barbie é um ideal de mulher, mas não passa de uma boneca e que a percentagem de pessoas bonitas e perfeitas é minúscula e deve-se a factores genéticos, não há ginásio nem bisturi que façam milagres, em alguns casos dão uma ajuda, mas o essencial já lá estava.

Tenho alguma dificuldade em perceber esta forma de estar e o conceito de sazonalidade do corpo, ou seja, só devemos estar em forma em algumas épocas ou ocasiões? Então, é só para nos exibirmos? Enquanto andamos tapados com casacos e agasalhos não é preciso? Não haverá aqui uma forma de engano? E aquela história da auto-estima e saúde?

Não vou ao ginásio para ficar mais magra, ou abater a bóia, essa já eu percebi que veio para ficar e, muito honestamente, já lhe ganhei alguma afeição, pronto, se ela quisesse desaparecer, assim que por artes mágicas, pois que lhe ficava muito agradecida, mas não, parece que ela não está numa de me deixar, portanto o melhor é tornarmo-nos amigas. Eu vou ao ginásio, porque o exercício me faz sentir bem e porque tenho medo de ficar velha e não me conseguir mexer, porque não tenho receio de envelhecer – seria uma batalha inglória – como nunca farei plásticas, porque tenho miaufas para lá de histéricas de agulhas, de cortes na cara e estica aqui, insufla ali e que me injectem químicos que me paralisam os músculos e que me ponham bolsas, é verdade, por isso vou envelhecer e vou ter rugas.

Da velhice, quero conseguir apertar os sapatos, que por aquelas alturas, já devem ser de atacadores, sei lá eu porquê, mas apetece-me, e não ficar dobrada a meio, à espera que uma alma caridosa me ajude a retomar a posição vertical. Da velhice, só quero conseguir levantar-me todas as manhãs da cama, sem esperar sentir os ossos todos e músculos a reclamarem. E da velhice não quero ter cara de osga, quero ter cara de velha, pescoço de velha e corpo de velha, mas com qualidade real e dos anos reais que vou ter e aparentar.

Depois há mais umas tantas que dão muita saúde mental, ah pois é. Não adianta tentar ter um corpo saudável e esquecer a cabecinha. Afinal é ela que manda nisto tudo. Ler muito, muito cinema, teatro, muita música, exposições, viajar, conhecer, ver.

Bom, ainda em relação ao exercício, parece que somos nós e mais um milhão de portugueses. Pois é, por acaso acho estranho, mas estatisticamente neste momento há 1 milhão a fazer exercício regularmente.

Os amigos fazem bem à sua saúde…

2

Category : Amizade

Sendo o Bem Estar a nossa linha de acção, procuramos ir chamando a atenção para a sua enorme importância na vida de cada um e, claro, vamos dando umas dicas; a vida é já de si uma benção, desenhar a melhor forma de a viver é uma escolha…

Já imaginou que fomentar a amizade, por exemplo, pode ser extremamente importante para a sua saúde?

Pois é! Segundo uma pesquisa da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, os seus amigos contribuem em grande medida para o seu bem estar emocional e físico. Este estudo publicado, recentemente pela revista especializada PLoS Medicine, revela que quem tem uma boa rede de amigos tem 50% mais hipótese de ter uma vida longa e, inclusivamente, ter poucos amigos pode ser tão prejudicial à saúde de uma pessoa como fumar 15 cigarros por dia ou consumir bebidas alcoólicas em excesso!

Segundo a pesquisa, a amizade traz bem-estar e desperta a preocupação em cuidar mais de si, em agradar, em partilhar; ainda, os seus amigos são um pilar essencial a quem pode recorrer para superar momentos de tristeza, o que diminui por exemplo a tendência para a depressão, ou com quem desfruta dos melhores momentos que ficam gravados na memória para o resto da sua vida…

Se temos, regra geral, a ganhar com o elo de amigos pelo que já de si representam, a mais-valia para a saúde pode ser um ganho ainda maior do que poderia imaginar!

Ler mais aqui.

Os benefícios da spirulina

4

Category : nutrição

Existem várias formas de algas preciosas e nos últimos 40 anos a Spirulina tem vindo a ser a escolhida pelas suas características nutritivas. Muito antes de se tornar a favorita da indústria de comida saudável, há vários séculos que a Spirulina é o alimento regular dos Norte Africanos e Mexicanos. Hoje em dia, muitas pessoas pelo mundo fora já se aperceberam que a Spirulina é um alimento poderoso de grande potencial como fonte de alimento completo, medicamento e recurso bioquímico.

A Spirulina é uma das primeiras formas de vida concebidas pela Natureza há mais de 3.6 biliões de anos atrás e contém, portanto, biliões de anos de sabedoria evolutiva no seu ADN. É o fruto da primeira forma de vida fotosintética da Terra. É também composta por uma única célula que transforma a luz solar em energia activa.

Vista ao microscópio, a Spirulina tem uma côr azul esverdeada e tem o aspecto de um espiral de longos e finos filamentos.

A Spirulina é muito adaptável e desenvolve-se numa ampla variedade de ambientes, incluindo a água fresca, nascentes tropicais, água salgada e salinas.

É ainda rica em nutrientes e muito fácil de ser digerida. Muitas pesquisas concentraram-se no cultivo e colheita daquilo a que carinhosamente chamam “o verde”. Foi descrito como “probiótico” e “super alimento”.

O cultivo da Spirulina também trouxe interesse porque, assim como outras microalgas, a Spirulina é extramente adaptável, mesmo quando sujeita a condições extremas. Por ser rica em nutrientes e possuir uma capacidade para se desenvolver em condições adversas, a Spirulina tem um enorme potencial para ser uma fonte de alimento que ajudará a alimentar e a nutrir as populações do mundo.

Como planta, a Spirulina é incrivelmente rica contendo um equilíbrio de nutrientes que, virtualmente, fazem dela um “alimento completo” – capaz de manter a vida sem a necessidade de outros alimentos.

A Spirulina fornece vitaminas, muitos minerais, amino ácidos essenciais, hidratos de carbono e enzimas. É pelo menos 60% proteína vegetal, a qual é pré digerida pela alga, tornando-a um alimento altamente digerível. Tem mais proteínas do que qualquer outro alimento. O seu perfil fora de série também inclui os ácidos gordurosos essenciais, os ácidos gordurosos GLA, lípidos, os ácidos do núcleo (RNA e DNA), complexo B, vitamina C e E e os químicos vegetais, tais como os carotenóides, clorofila (purificador do sangue) e ficocianina, a qual é uma proteína, que se sabe, evita o cancro.

Como é que cresce?

A Spirulina cresce em lagos alcalinos naturais e é parte da nova era da agricultura ecológica. A componente chave da produção de Spirulina é a luz do Sol e é dada atenção à medição da temperatura e aos níveis de oxigénio.

Dado que os pesticidas e herbicidas matariam muitas formas de vida num lago, os cientistas de algas aprenderam a equilibrar a ecologia do mesmo sem usar essas substâncias prejudiciais.

Esta forma de aquacultura representa uma das soluções necessárias à produção de alimentos enquanto se restaura o planeta.

Fonte: spirulina.org.uk

Google em mudança

1

Category : Notícias

À sexta-feira ficou combinado que o blog post seria um comentário a uma notícia do dia sob a perspectiva do bem-estar.

Sou pouco dado a ler e a ouvir notícias, que normalmente não são mais do que um enumerado de tristezas e catástrofes. Fujo disso a sete pés. O que me interessa é o que está bem no mundo e de preferência em Portugal. Isso para mim é que são notícias. Boas notícias.

No entanto e repetindo, a ideia é uma vez por semana, à sexta-feira, justamente, pegar numa notícia e comentá-la. Que bem estar pode advir da dita notícia.

Dei uma passagem (muito) rápida por alguns jornais online e fiquei a saber que foi anunciado que o CEO da Google, Eric Schmidt, vai abandonar as suas funções em Abril e que será substituido por Larry Page, um dos dois Co-Fundadores.

Parece-me uma notícia relevante e que vai certamente ter um impacto nas nossas vidas, dado que estas seriam bem mais complicadas sem o Google.

Como é que tal (pode) vai afectar o nosso bem-estar? Não faço a menor ideia.

A notícia no entanto parece-me digna de ser comentada aqui no nosso blog.

Pela sua Saúde, faça exercício regularmente!

Category : Exercício

Nunca tanto como agora, a Saúde foi tão apregoada, falada, aclamada, enfim, desejada até! E porquê?

Se pensarmos um pouco, nunca o organismo humano foi tão “atacado”, “envenenado” e “mal tratado” quase passivamente por cada um de nós tentados pelo consumo desmesurado e aliciante de produtos que enchem o olho mas entopem a veia, carbonizam os pulmões, pesam na balança, enfim todos os excessos que se vão cometendo ao longo da vida e fazem de uma grande maioria, pessoas doentes.

Saúde, precisa-se!? Há que optar pela prevenção!

Indiscutivelmente, o exercício físico regular é um dos cuidados essenciais na prevenção da saúde.

“A actividade física e os desportos saudáveis são essenciais para a nossa saúde e bem-estar. Constituem um dos pilares para um estilo de vida saudável, a par de alimentação saudável, vida sem tabaco e evitar outras substâncias perigospa saúde.

A prática regular de actividade física e o desporto beneficiam, física, social e mentalmente, toda a população, homens ou mulheres de todas as idades, incluindo pessoas com incapacidades. A actividade física é: para o indivíduo: um forte meio de prevenção de doenças; para os governos: um dos métodos com melhor custo-efectividade na promoção da saúde de uma população”

Veja mais aqui.

E, pela sua Saúde, faça exercício regularmente!

Os benefícios do agrião

Category : nutrição

Sabia que…

Em 1631, o herborista John Gerard designava o agrião como excelente remédio para o escorbuto. Nesse tempo o agrião era muito mais comum do que as laranjas e era, na realidade, tão popular como o chá feito com limão e açúcar e bebia-se como tónico para aliviar as dores. Diz-se que comer um molho de agrião é o melhor remédio para a ressaca.

Os romanos acreditavam que a planta fornecia alimento para o cérebro. O general grego Xenophon dava agrião aos seus soldados, como tónico. Dizia-se que os monges irlandeses sobreviviam longos períodos comendo apenas pão e agrião e diziam que este era “alimento puro para os eruditos”.

Estas ideias foram confirmadas por estudos científicos desenvolvidos na América em meados dos anos 90. Um estudo recente realizado em 2000 por cientistas do Institute of Food Research em Norwich e do Instituto John Innes, em Inglaterra procurou perceber a maneira como um composto natural do agrião – o isotiocianato de feniletilo – inibe o desenvolvimento do cancro.

Este estudo inovador concluiu que o agrião é “uma fonte alimentar extremamente rica” em isotiocianato de feniletilo e impede carcinogéneos potencialmente perigosos de se tornarem carcinogénicos. Eliminam os radicais livres perigosos que podem danificar o ADN e provocar a transformação das células cancerígenas. Assim, enquanto os povos antigos viam o agrião e outros vegetais como alimento e como medicamentos, hoje temos ao nosso alcance a tecnologia que nos permite saber o porquê.

O agrião é uma fonte rica em vitaminas A, C e grupo B (B1, B2, B6 e B12), ferro, ácido fólico (essencial para uma gravidez saudável) e também contém enxofre, potássio, cálcio, fósforo, iodo, beta caroteno (que produz vitamina A) e fibras.

Tem alto potencial de sais minerais como iodo, enxofre, fósforo e ferro que são importantes para o funcionamento da glândula tireóide, ajudam na formação de ossos e dentes, evitam a fadiga mental e estão ligados à produção de glóbulos vermelhos do sangue.

O agrião combate o ácido úrico, a tuberculose, o raquitismo, a formação de pedras nos rins, as cistites e ainda os efeitos tóxicos da nicotina. Como um dos produtos mais ricos da natureza, o agrião é digestivo, faz bem ao fígado, é diurético e bom para os diabéticos.

Por ter propriedades tónicas e estimulantes, o agrião tem o poder de abrir o apetite. Assim, deve ser servido como uma salada, principalmente nos dias quentes, quando é muito refrescante. No entanto, tal como a maioria das verduras de folha, o agrião é um vegetal de baixo teor calórico que fornece cerca de 22 calorias por cada 100 gramas.

Na hora da compra, escolha um molho que tiver folhas verdes, brilhantes e firmes.

in Vitaminasecia, Wikipedia e www.portaldascuriosidades.com